Liberty Walk marca território em Genebra

Liberty Walk marca território no Salão de Genebra

Estande de preparadora japonesa divide espaço com montadoras europeias no salão dos superesportivos

WM1 / 08/03/2017 às 15:30

Vestindo quimono e ostentando a bandeira do Japão, Wataru Kato, criador e atual diretor da preparadora Liberty Walk, apresentou ao público do Salão de Genebra, duas de suas novas criações: uma McLaren 650 S e uma Ferrari 488 GTB, apelidada de 488 Works. Os dois veículos já foram vendidos.

A Ferrari ganhou um kit completo de personalização, que incluiu novos difusores na dianteira, lateral e traseira, aerofólio traseiro, alargadores de para-lama e suspensão a ar (AirREX). Na Europa, o kit ficou em 35.630 euros, algo em torno de R$ 130 mil (sem contar o jogo de rodas).

A preparação da  McLaren 650 S ficou ainda mais cara. Foram gastos 55.000 euros (aproximadamente R$ 200 mil) em preparação. As alterações incluíram dutos de ar em fibra de carbono e um enorme aerofólio na traseira. Assim como na Ferrari, a suspensão é a ar, assim não há risco de raspar o assoalho em buracos ou lombadas.

Liberty Walk no Brasil?

O representante comercial da Liberty Walk na Europa, o português Paulo Cristóvão, é um velho conhecido do Brasil, tendo inclusive morado no país por alguns meses. Segundo ele, há chances da Liberty Walk ter uma representação no Brasil. “Tenho conversado sobre isso com alguns amigos brasileiros. Seria uma ótima oportunidade para nós. Precisamos conhecer melhor o mercado antes de tomar a decisão”, explicou. Nós, do WM1, já estamos na torcida.

Editor, amante dos carros desde criança e colecionador de revistas automotivas. Seu passatempo preferido é viajar de carro ouvindo um bom rock. No mundo automotivo, tem uma queda pelas peruas e pelos esportivos. Quando não está fuçando sobre carros tenta a sorte nas quadras de tênis

Matérias relacionadas