Geely deixa o mercado brasileiro de fininho

Chinesa dona da Volvo começou operações no Brasil há dois anos

WM1 / 26/04/2016 às 13:01atualizado 10/07/2016 às 14:43

Pequim, China - A montadora chinesa Geely encerrou suas operações no Brasil de fininho. A história da empresa detentora da Volvo durou pouco mais de dois anos por aqui. No total, a marca representada pelo Grupo Gandini emplacou 1.019 unidades de janeiro de 2014 a março deste ano.

A Geely Motors do Brasil afirmou ao W1 que tomou a decisão em comum acordo com a matriz chinesa e que a interrupção dos negócios é temporária. O Grupo Gandini afirmou que terá prioridade de reiniciar as operações “se o mercado interno voltar à normalidade”.

A empresa acrescentou que a instabilidade do dólar, a fraca demanda do consumidor e a impossibilidade de trazer outros modelos fora da quota estabeledica pelo Inovar-Auto foram os fatores determinantes para a decisão de finalizar a parceria.

O gama da Geely no Brasil era restrita ao sedã EC7 e ao hatch GC2, que foram disponibilizados em 14 concessionárias nas regiões Nordeste, Sul e Sudeste.

Viagem a convite da Lifan Motors do Brasil.

Quando deixa um pouco de lado a carreira brilhante como piloto de Gran Turismo e Fórmula 1 (no Playstation), faz cobertura diária do setor automobilístico. Muscles cars e clássicos dos anos 1990 são as máquinas prediletas.

Matérias relacionadas