CNH CHIP

CNH passará a ser cartão de plástico com chip

Mudança deverá ser implementada em todo o Brasil até 1º de janeiro de 2019, quando os Detrans deverão estar adaptados

WM1 / 06/12/2017 às 17:45

Tradicionalmente emitida em papel, a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) passará a ser um cartão plástico (tipo policarbonato) com chip. A mudança, imposta pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran), passa a valer a partir de 1º de janeiro de 2019, quando os departamentos de trânsito (Detrans) de todos os Estados e do Distrito Federal deverão estar adaptados.

De acordo com o ministro das Cidades, Alexandre Baldy, o objetivo desta alteração no material de emissão da CNH é “para reduzir a probabilidade de ocorrência de fraudes e aumentar a durabilidade”.

O ponto alto do novo formato do documento é que todas as informações do condutor estarão no chip (microcontrolador) inserido na carteira de plástico, ampliando e facilitando a consulta e verificação por parte das autoridades. Apenas o Denatran terá o controle das chaves de acesso aos dados gravados no chip.

Importante ressaltar que os proprietários de CNH em papel não terão que fazer a substituição imediata pelo documento plástico. A troca será realizada apenas no momento da renovação da mesma ou em caso de necessidade de emissão de uma segunda via por conta de perda, roubo ou furto. Também não há informações se haverá aumento no preço emissão e renovação da CNH com a utilização deste novo material.

Ainda de acordo com o governo, o novo formato da habilitação abre as portas para que o documento ganhe outras funcionalidades, como pagamento de pedágios, pagamento de transporte público, controle de acesso a edifícios e estacionamento, entre outros.

Com combustível de alta octanagem correndo pelas veias, a equipe de jornalistas do WM1 está sempre acelerando em busca das informações mais relevantes para quem está à procura do melhor negócio ou é apenas mais um aficionado por carros!

Matérias relacionadas