Land Rover Range Rover Velar

Land Rover Range Rover Velar parte de R$ 291 mil

SUV da Land Rover chega às lojas em 31 de outubro; reservas já podem ser feitas, mas para versões a partir de R$ 383.100

WM1 / 16/05/2017 às 15:00

A Land Rover anunciou os preços e versões do Range Rover Velar nesta terça-feira (16). Já é possível reservar as seguintes configurações: R-Dynamic S (R$ 383.100), R-Dynamic SE (R$ 405.400), R-Dynamic HSE (R$ 445.500) e também a First Edition, que marca o lançamento do SUV, e sai por R$ 513.900). Todas elas são equipadas com motor 3.0 V6 Supercharged a gasolina de 380 cv.

As entregas começam em 31 de outubro, quando também estarão disponíveis as versões 2.0 Ingenium (R$ 291.000), dotada de propulsor de 250 cv a gasolina, além da Ingeniuum a diesel (R$ 311.000), que emana 180 cv de potência. Todas as opções são pareadas a uma transmissão automática de oito velocidades.

O Velar é o modelo com a maior possibilidade de customização da história da Land Rover. No site da marca já é possível escolher diferentes tipos de couro dos assentos, pneus e estepe, molduras das rodas (que variam de 18 a 22 polegadas), sistemas de entretenimento e a textura do couro do volante. Há ainda 13 opções de cores da carroceria e do teto.

Degrau acima do Evoque

De acordo com Frédéric Drouin, presidente da Jaguar Land Rover América Latina, o modelo tem o objetivo de atender aos clientes que almejam um SUV de luxo acima do Evoque, mas que ainda não conseguem bancar um Range Rover Sport (que parte de R$ 370.500).

O Velar tem comprimento de 4,80 metros, sendo que o entre-eixos é de 2,87 metros, 21 cm maior do que o do Evoque, que tem 2,66 m. Já o porta-malas é de 673 litros e será o maior da categoria. Outro destaque do SUV é o coeficiente aerodinâmico de 0,32, o melhor número já alcançado por um Land Rover.

Desempenho de esportivo

O propulsor mais potente do Velar e que equipa a maior parte das versões é o 3.0 V6 Supercharged. Ele desenvolve 380 cv aos 6.500 giros, enquanto o torque de 45,8 kgf.m é entregue já aos 1.500 rpm. Os números expressivos permitem com que o conjunto tracione o veículo rumo aos 100 km/h em 5,7 segundos. A velocidade máxima é de 250 km/h, limitada eletronicamente.

Em se tratando de um Land Rover, o SUV não poderia deixar de ter tecnologias off-road. Entre os destaques está a possibilidade de regular a altura da carroceria em 50 milímetros, além da capacidade de transpor trechos alagados com até 60 cm de água. Outro atributo é a tração integral que adapta a emissão de torque entre as rodas que mais precisam de força em cenários dentro e fora de estrada.

Tecnologia

O mais novo membro da submarca Range Rover inaugura diversas soluções de tecnologia. A mais notável é a operação do sistema de entretenimento por duas telas. Ambas têm 10 polegadas e são sensíveis ao toque. A inferior, que fica posicionada um pouco acima da manopla de câmbio, tem um acabamento semelhante a um tablet e pode controlar diversas funções do carro como, por exemplo, o melhor tipo de tração para o momento.

Ela opera também o sistema de som Meridian que tem 23 alto-falantes com potência total de 1.600 watts. 

Outra novidade tecnológica está no volante multifuncional. Não há botões, mas sim, duas telas sensíveis ao toque que pode gerenciar diversas funções do carro.

Quando deixa um pouco de lado a carreira brilhante como piloto de Gran Turismo e Fórmula 1 (no Playstation), faz cobertura diária do setor automobilístico. Muscles cars e clássicos dos anos 1990 são as máquinas prediletas.

Matérias relacionadas