Honda WR-V

Honda WR-V 2018 parte de R$ 79.400

Modelo chega as concessionárias em março nas versçoes EX e EXL, ambas com motor 1.5 16V Flex e câmbio automático CVT

WM1 / 13/03/2017 às 23:15

A Honda apresentou oficialmente na noite desta segunda-feira (13), em Foz do Iguaçu (PR)/Porto Iguazu (Argentina), o novo WR-V. Revelado pela primeira vez no Salão do Automóvel de São Paulo ano passado, o modelo chega com preços de R$ 79.400 na versão de entrada EX e R$ 83.400, na topo de linha EXL – ambas equipadas com motor 1.5 Flex e câmbio automático. O carro chega ainda este mês às lojas.

Classificado pela Honda como um utilitário esportivo compacto ainda menor, que une as características de um SUV – como posição mais elevada ao volante – à praticidade de um veículo melhor adaptado à vida urbana, o WR-V chega para ocupar uma lacuna entre o Fit e o HR-V – ‘irmãos’ que, aliás, herdou uma série de componentes.

O objetivo da Honda é claro: bater de frente com os hatches aventureiros – estamos falando de Renault Sandero Stepway ou Hyundai HB20 X – e SUVs compactos que não têm fôlego para competir com o HR-V, como os defasados Ford Ecosport e Renault Duster.

HONDA WR-V - VERSÕES E PREÇOS

HONDA WR-V EX

R$ 79.400

HONDA WR-V EXL

R$ 83.400

As duas únicas versões do Honda WR-V são equipadas com motor 1.5 16V de quatro cilindros (aspirado), que desenvolve até 116 cv de potência máxima e 15,3 kgf.m de torque, quando abastecido com etanol. A transmissão é automática tipo CVT (continuamente variável), recalibrada de leve. Trata-se do mesmo conjunto mecânico de Fit e City. A tração é dianteira e nenhuma das configurações traz controles de tração ou estabilidade.

A diferenciação entre as versões acontecerá apenas no nível de equipamentos. A opção básica EX já terá ar-condicionado, direção elétrica, faróis de neblina, rodas de liga leve de 16 polegadas, central multimídia com tela de 5 polegadas sensível ao toque, câmera de ré, volante multifuncional revestido em couro, airbag duplo frontal e lateral, ISOFIX para fixação da cadeirinha de criança, cinto de segurança de três pontos e encosto de cabeça para os três ocupantes do banco traseiro, ajuste de altura do banco do motorista, regulagens de altura e profundidade da coluna de direção, travas e vidros elétricos. A versão EXL oferece a mais os airbags de cortina e a central multimídia com tela de 7 polegadas com função GPS.

Chamado por muitos de ‘Fitão’ ou novo ‘Fit Twist’ por suas semelhanças com o Honda Fit, o WR-V tem suspensão 5 cm mais elevada em relação ao hatch – utiliza sistema independente tipo McPherson na dianteira e eixo de torção na traseira. Com 4 metros de comprimento e 2,55 metros de distância entre os eixos, o WR-V é exatamente 2 centímetros maior que o Fit em ambas as medidas. Também é 4 centímetros mais largo (1,73 metro) e 6 centímetros mais alto (1,59 metro).  

Confira nesta terça-feira as primeiras impressões do Honda WR-V.

VÍDEO

Jogador de futebol frustrado, resolveu ser jornalista para escrever sobre tudo que tivesse motor, fizesse (muito ou pouco) barulho e fosse possível de pilotar. Aficionado por superesportivos e clássicos, pensa agora acelerar também sobre duas rodas...

Matérias relacionadas