chevrolet camaro evolution 1967 SS

Vídeo mostra a evolução do Camaro durante 50 anos

Produção detalha os principais anos e modelos do esportivo, que está na sexta geração e terá novo visual em 2018

WM1 / 06/11/2017 às 13:15

Segundo carro esportivo mais vendido do país, com 123 unidades emplacadas de janeiro a outubro deste ano, o Chevrolet Camaro está na sexta geração, lançada em 2015, e no ano que vem vai ganhar uma reestilização de meia-vida, como indicam fotos recentes de protótipos camuflados rodando em vias públicas dos Estados Unidos.

Lançado originalmente em 1967, em 2017 o cupê e suas versões conversíveis completaram 50 anos de história e tamanha longevidade é privilégio para poucos automóveis no mercado. Por conta de tanta história envolvida, o Camaro é o mais novo "homenageado" pelo pessoal do "Cars Evolution", canal do Youtube especializado em montar vídeos curtos para mostrar a evolução de carros clássicos com o passar dos anos.

A criação, que você confere abaixo, começa, é claro, com o pioneiro Camaro SS de 1967 (foto acima), que trazia motor V8 de 300 cv de potência, pesava 1.541 kg e custava apenas US$ 2.572 (cerca de R$ 8,5 mil na conversão direta).

A lista também traz algumas edições do esportivo que não tiveram tanto carisma, como a terceira geração, que em 1979 trouxe linhas mais esguias e carroceria do tipo fastback, com o vidro integrado à tampa traseira e acabamento mais luxuoso - que, no entanto, não escondiam no Camaro de 1982 (imagem abaixo) o pouco vigor do modelo, que entregava apenas 103 cv com seu motor V6, pesava 1.344 kg e era vendido por US$ 9,7 mil (R$ 31,9 mil).

A viagem no tempo é encerrada com um exemplar de 2017, vendido como modelo 2018 e que atualmente é a versão mais potente e capacitada para as pistas do agora cinquentão: o Camaro ZL1 com o pacote de performance 1LE (foto abaixo), uma fera de US$ 71.295 (R$ 234,2 mil) que traz motor 6.2 V8 do Corvette, capaz de render 660 cv e que tem peso de 1.740 kg - um tanto alto se comparado com o da primeira geração, mas necessário por conta de toda a tecnologia embarcada.

Mencionamos no início deste texto que hoje o Camaro é o segundo esportivo mais comercializado do país e ele perde por pouco para o líder Porsche 911, que nos primeiros dez meses deste ano soma 131 unidades emplacadas, porém é um carro muito mais caro - parte de aproximadamente R$ 520 mil, contra R$ 310 mil do modelo da Chevrolet.

Na virada de 2017 para 2018, os dois vão ganhar um concorrente de peso: o Mustang, arquirrival do Camaro há décadas no mercado norte-americano que chega pela primeira vez ao país com importação oficial da Ford, já como linha 2018, trazendo frente e traseira reestilizadas, câmbio automático de dez marchas (que também está chegando para o Chevrolet) e painel de instrumentos digital.

Com combustível de alta octanagem correndo pelas veias, a equipe de jornalistas do WM1 está sempre acelerando em busca das informações mais relevantes para quem está à procura do melhor negócio ou é apenas mais um aficionado por carros!

Matérias relacionadas