vansports camper sprinter

Sprinter ganha versão tunada na Alemanha

Van da Mercedes-Benz ganha tratamento de carro esportivo e utensílios de camping

WM1 / 28/04/2017 às 13:00

Quem disse que uma van de passageiros não pode ter visual esportivo? Os mais velhos poderão lembrar de um exemplo que levou esse conceito ao extremo: a Renault Espace F1, protótipo apresentado na década de 90 que trazia motor V10 3.5 de 820 cv emprestado da Williams FW15, que conquistou o Mundial de pilotos e construtores da temporada de 1993 da Fórmula 1, vencida pelo francês Alain Prost.

A Espace F1 trazia alta performance, mas no fundo não passava de um carro de corrida com aparência da minivan Espace vendida na Europa naquela época. Pois a preparadora alemã Hartmann se especializou em tunar e personalizar vans, minivans e furgões de verdade e tem uma linha inteira de versões adaptadas de monovolumes da Mercedes-Benz, chamada de Vansports. O mais recente projeto da companhia é baseado em uma Sprinter 316 CDI, modificada com spoiler dianteiro, saias laterais e rodas esportivas.

Além disso, por dentro o veículo ganhou reforço no isolamento acústico e piso de alumínio com trilhos que permite colocar as poltronas individuais em diferentes posições, além de fixar cases para o transporte de utensílios de camping inclusos, como fogão, pia, refrigerador com capacidade de 18 litros, mesa dobrável e camas dobráveis - tudo pode ser removido a qualquer hora para ampliar o espaço disponível.

O acabamento interno inclui bancos revestidos de couro com costura branca, parte inferior do painel e revestimento das portas em Alcantara, e teto e colunas com cobertura de microfibra preta. Além disso, o volante tem base achatada, como em modelos de competição, e partes do painel são revestidas de material brilhante imitando fibra de carbono. Os pedais, por sua vez, são de aço inox escovado.

MAIS MERCEDES-BENZ

Picape Mercedes é apresentada aos europeus
Mercedes prepara irmão menor do Classe G
Luxuoso e bruto: Mercedes-Maybach G650 Landaulet

A lista de equipamentos traz, ainda, tomada interna de 12V e externa de 230V. E diferentemente da minivan furiosa da Renault, a Sprinter da Hartmann traz motor e câmbio originais de fábrica: motor 2.1 turbodiesel de 163 cv de potência e 36,7 kgfm de torque, enviado para as rodas traseiras. A transmissão é automática de sete marchas.

Com combustível de alta octanagem correndo pelas veias, a equipe de jornalistas do WM1 está sempre acelerando em busca das informações mais relevantes para quem está à procura do melhor negócio ou é apenas mais um aficionado por carros!

Matérias relacionadas