Marcos Gomes: piloto mais rápido do Brasil

Confira perfil do atual campeão brasileiro da Stock Car

WM1 / Janeiro 2016
Arquivo

Discreto e de poucas palavras fora das pistas. Dentro delas, arrojado, extremamente veloz, competitivo e talentoso. Assim é o piloto Marcos Gomes, campeão brasileiro da Stock Car 2015 – título que chega exatos 20 anos após a última conquista de seu pai Paulo Gomes, o Paulão, na categoria.

O ‘caneco’ chega de maneira inquestionável. Com 3 vitórias, 5 poles e 8 pódios durante toda a temporada, Marquinhos, nascido em Ribeirão Preto, interior de São Paulo, foi absoluto. Incontestável, o piloto da equipe Voxx Racing somou 242 pontos, 30 a mais que Cacá Bueno, vice-campeão. Thiago Camilo fechou a lista dos três primeiros, com 193.

“Entrei na Stock Car Light em 2005 e desde então meu sonho era ser campeão da Stock Car”, disse Marcos em entrevista exclusiva à WebMotors. “Já tive algumas oportunidades, mas nunca acabava encaixando”, completa o piloto, lembrado do vice-campeonato em 2008, logo no ano seguinte à sua estreia na categoria, em 2007 – naquela oportunidade o campeonato ficou com Ricardo Maurício, seu companheiro na A.Mattheis.

Aliviado com a conquista após “longos oito anos de busca intensa”, o piloto do carro número 80 revela estar em “paz” com ele mesmo. “É muito boa a sensação de ver que tudo o que a gente fez durante a vida valeu a pena”, disse Marcos, que acumula 10 vitórias, 11 poles e 33 pódios em 120 GPs disputados na Stock.

Fã do pai e de Ayrton Senna, tricampeão mundial de Fórmula 1, Marquinhos, apesar do clima muito competitivo, tem amigos na Stock Car, como Tuka Rocha e Daniel Serra. No entanto, dentro da pista, admira muitos de seus concorrentes, como Cacá, Thiago Camilo, Rubens Barrichello, Allam Khodair, Ricardo Maurício, Max Wilson, Átila Abreu, entre outros.

Antes da Stock, o piloto, que é torcedor do São Paulo, trilhou o caminho da maioria que sonha em chegar à Fórmula 1. Começou no kart quando garoto, onde, aliás, descobriu logo de cara a paixão pela velocidade. Na Europa correu na Fórmula Renault Italiana. De volta ao Brasil, antes de ingressar na Stock Car Light, correu na Fórmula Renault Brasileira.

Fora das pistas, a velocidade também está presente. Marcos é um apaixonado por motos, também. “Gosto muito de andar de moto. Gosto até demais. Gostaria de não gostar tanto”, diz o piloto, que revela uma paixão maior pelas estradas de terra. “Tive moto desde pequeno e cheguei até a praticar o motocross”, completou, revelando ainda que, às vezes, roda pelo bairro apenas com sua 200 cm³ que ganhou.

Para este ano, Marcos espera uma disputa ainda mais apertada, agora que ele e a equipe Voxx Racing, com quem está de contrato renovado, são os alvos. E ai, alguém duvida que o bicampeonato pode acontecer em 2016? Nós da WebMotors, não...

Consulte preços de carros novos e usados na Tabela Fipe e WebMotors.

Jogador de futebol frustrado, resolveu ser jornalista para escrever sobre tudo que tivesse motor, fizesse (muito ou pouco) barulho e fosse possível de pilotar. Aficionado por superesportivos e clássicos, pensa agora acelerar também sobre duas rodas...

Matérias relacionadas