Melhor hot hatch do mundo

Aceleramos os 350 cv deo Ford Focus RS

WM1 / 21/03/2016 às 10:39atualizado 10/07/2016 às 14:44
Arquivo

Esqueça tudo o que você acreditava ter aprendido sobre os 'hot hatches', porque o Ford Focus RS faz coisas que nunca foram feitas antes. Alimentado por um motor turbo de 350 cv/44,8 kgf.m e com novo e brilhante sistema AWD (tração integral), este deus mitológico da Ford faz mesmo você se sentir uma divindade. O Focus RS estabelece um novo marco no conceito 'hot hatch'.  Sim, ele é impressionante.

Ao soprar o turbo compressor, o motor bombeia com vigor, volante esterçado, dirijo o Ford Focus RS pela primeira vez por uma curva suave e fechada, tendo como cenário as belas colinas de Valência, na Espanha. Aproximando-se do ápice, deixo a precaução de lado e lanço mão de todo o musculoso turbo de 350 cv intensificando o rouco grito de guerra do motor.

Com o rápido aumento da vibração, o carro está em modo de ataque pit-bull, como Alan Jones (ex-piloto australiano de Fórmula 1 campeão mundial em 1980) atrás de um líder. Mas, ao contrário, o Focus RS começou a contraesterçar – e me fez perceber que eu estava lidando com uma máquina única e inovadora.

Ele joga a traseira para fora da curva com uma velocidade incrível, mas pude sentir com impressionante clareza o sistema inteligente de tração total fazer algo mágico. É pró-ativo, praticamente lê minha mente.

Neste momento um arrepio percorre minha espinha. É quase espiritual, tal a habilidade do carro.

Isso é novo, isso é diferente, está beirando o épico! É quase como experimentar pela primeira vez um banquete de caramelo temperado com sal em um pomposo restaurante. Então eu experimentei novamente, e novamente, empanturrando-me nas sensações.

Após uma hora de intensa aventura, eu me rendo. Eu quero este carro. Agora.

Ele não é somente um incrível 'hot hatch', é também um dos melhores carros de desempenho já produzido. Você pode ler sobre como a magia tecnológica AWD e a vetorização do torque traseiro funcionam na parte tecnológica do nosso Ford Focus RS, basta dizer que ela é para os 'hot hatches' o que o sal é para o caramelo.

Dirigindo em vias públicas, o Ford Focus RS é tão absolutamente progressivo na maneira como motiva e, especialmente nas curvas, que conduzi-lo rápido, extremamente rápido, acontece naturalmente. A maneira com que o carro explode para fora as curvas é muito, muito diferente de qualquer um dos seus rivais e é isso que o torna tão atraente.

E, veja só, um engenheiro da divisão de desempenho nos disse que o carro pode "teoricamente" direcionar até 1005 do torque para o eixo traseiro, e não 70%, como afirmado anteriormente. E eu acredito nisso.

A comunicação através do volante é excelente e os níveis de aderência proporcionada pelos pneus Michelin Pilot Super Sports 235/35 ZR19 são excelentes, ainda com energia suficiente - e praticamente não há retardo do turbo - proveniente do musculoso motor 2.3 para estimular a sobreviragem gradual.

E tudo é absolutamente acessível.

Após incontáveis curvas acentuadas e várias experiências com bloqueio da direção e intensidade na aceleração, fico impaciente, a estrada abre a longa reta morro acima e está na hora de mudar o foco para o motor. Meu primeiro pensamento? Pelo amor de Deus, ele tem 'vudu'!

Mesmo que o manual de seis velocidades pudesse ter um pouco mais de precisão, passar rapidamente pelas marchas é fácil com o latido do escapamento e o rosnar especialmente alto entre as mudanças. O Golf R e o Subaru WRX STI não têm nada disto, em grande parte devido à forma como o quarentão EcoBoost de quatro cilindros 350 cv/44,8 kgf.m entrega energia de maneira tão pró-ativa.

O novo 'donk' foi emprestado do Mustang, mas como aquele sujeito sem pescoço da academia, ele se lançou nos esteróides de corpo e alma, com um turbo 'twin-scroll' maior de 1.6 bar (23 psi), uma nova caixa de ar e uma cabeça de cilindro especialmente usinada. É então girado a 90 graus e dada uma voz muito mais alta, o que ajuda a desenvolver uma conexão mais profunda entre o carro e o condutor.

O motor é sensível em baixas rotações e em torno de 3.000 rpm é até musical, um torque corpulento o impulsiona para frente com um nível de veemência só comparada a Donald Trump dizendo ao mundo o quanto de Manhattan ele possui.

É tão dócil que pode ser deixado na terceira marcha e ainda ter aceleração nas curvas em velocidade “warp”.

A 5.000 rpm, o robusto motor de quatro tempos está colocando no passado seu ponto alto de 44,8 kgf.m, momentaneamente batendo no modo 'overboost' (muito ar, normalmente a temperatura muito alta), em que a aceleração máxima estende os picos de saída para 45,5 kgf.m. O molho!

Então, quando chega a 6.000 rpm bate os 350 cv e o cenário começa a ficar mais nítido, na medida em que o motor gira progressiva - e avidamente - ao seu limite de 6.800 rpm.

Portanto, engate outra marcha porque a festa continua. Viciante? Como assistir a vídeos cassetadas no Youtube. Enquanto come 'salted caramel' - caramelo salgado.

O primeiro gostosão de tração integral da Ford, desde os modelos Escort RS dos anos 90 bate de 0 a 100km/h em apenas 4,7 segundos, mais rápido do que o Subaru WRX STI e o Golf R da Volkswagen. Tem também uma velocidade máxima em torno de 265 km/h. Nos registros constam que ele navega muito habilmente a 180 km/h.

Desacelerando esse míssil de inspiração WRC (World Rally Championship) de velocidades extremas, estão grandes discos dianteiros de 350 mm acoplados a pinças de freio Brembo de quatro pistões. Os freios, bem dimensionados, proporcionam ao Focus RS energia de frenagem superior e são tão poderosos que erguerão a perna do Focus RS para fazer um xixizinho no auge de uma curva. Isto acrescenta uma confiança gigantesca por tamanha sensação de desaceleração e pisada, permitindo mergulhar cada vez mais fundo em curvas fechadas.

Tyrone Johnson, engenheiro chefe da Ford Performance Europe, explicou que os três principais pilares do Focus RS estão no motor, no sistema AWD e nos freios, e que este último certamente correspondeu a expectativa no desempenho deste puro sangue.

Conduzindo por vias públicas desconhecidas, o Ford Focus RS supera o esperado.  Simplesmente não há superlativos para descrever o quanto empolgante, avançado e sedutor é dirigir este carro da maneira que está destinado a ser conduzido - firme e veloz.

Mas não é irrepreensível. Apesar da suspensão adaptativa 'dual-mode', até mesmo a configuração mais suave é muito dura e as estradas em que intempestivamente percorremos na Espanha eram excepcionalmente de boa qualidade. Portanto, será interessante ver como ele se sai em curvas duvidosas, estradas australianas esburacadas e como ele anda sobre superfícies cavernosas.

O interior deixa um pouco a desejar. As partes mais importantes são excelentes; volante, pedais, assentos Recaro estreitos. Mas alguns plásticos do painel interior aparentam e passam a sensação de qualidade inferior e o display de aquecimento/arrefecimento está ultrapassado.

O sistema AWD que adiciona em torno de 60 kg é também pesado para um carro deste porte, tendo tara de 1.575 kg. Mas você não saberia por que o Focus RS explode de ponto a ponto como Lebron James (jogador norte-americano de basquete).

Assim como meu grande 'Uncle George', Deus abençoe a sua alma, ele também gosta de um ‘drink’. A leitura do computador de bordo registrava 3,8 km/l após intensa explosão pelas Colinas seguida por um cruzeiro pelas autoestradas, o carro sugando todo o tanque de 52 litros de combustível depois de somente 180 km. Então, novamente, foi conduzido com um propósito.

O Ford Focus RS alemão é um dos lançamentos mais aguardados de 2016 e excede expectativas. Eu esperava uma fera rápida, controlável e talvez um pouco original, não muito diferente de seu antecessor de tração dianteira. Mas o que eu experimentei foi outro nível de genialidade, um carro que brilha de muitas maneiras.

A produção do Ford Focus RS era limitada no passado e tinha tração dianteira. Além disso, custava uma boa grana ...  Hoje, não mais.

Agora é um modelo em tempo integral, tem um épico sistema de torque-vetorização 4WD e um motor que soa como se fosse transplantado de um carro de corrida, você realmente se sente como um deus na direção deste carro. Pode não ser tão rápido quanto o Mercedes-AMG A45, por exemplo, mas sem dúvida, é um carro de direção mais envolvente.

Com preço a partir de $50,990, aproximadamente R$ 140,8 mil. Ele redefinirá na Austrália o termo "lista de espera", como também o que um carro de desempenho pode fazer quando lá chegar em meados do ano.

Ainda estamos testando o 'modo de tração' e vamos acelerar ao máximo na pista de corrida. Se ligue nisto, vai ser muito divertido.

Muito simples, o Ford Focus RS representa uma mudança de paradigma, elevando o envolvimento do motorista e entrega de potência em carros de desempenho para novos níveis. Este não é apenas o melhor 'hot hatch' já feito, ele é muito possivelmente, o melhor carro de desempenho de todos os tempos. Citando a mim mesmo, "ele é impressionante, companheiro".

Consulte preços de carros novos e usados na Tabela Fipe e WebMotors.

Motoring Autor

O Motoring é responsável pelo conteúdo editorial do Carsales, principal site de classificados online de veículos na Ásia e Oceania. Eles testando um carro que tem chances de ser vendido no Brasil, você ficará sabendo todas as informações aqui na WebMotors

Matérias relacionadas