Newsletter
Share

Redes Sociais

range-rover-evoque-mule-003

Segunda geração do Evoque é flagrada em testes

Lançado há seis anos, SUV compacto de luxo da marca britânica vai ficar mais espaçoso. Lançamento é previsto para 2019

WM1 / 10/05/2017 às 14:30

Lançado em 2011 como modelo 2012, o Range Rover Evoque marcou o renascimento da Land Rover, após sua compra pela indiana Tata, juntamente com a Jaguar – as duas marcas, hoje reunidas em um só grupo automotivo, pertenciam à Ford. Seis anos depois e com mais de 600 mil unidades produzidas, inclusive no Brasil, onde o SUV compacto de luxo também é montado, chegou a hora de o Evoque ganhar uma nova geração.

Ela já está em desenvolvimento, como comprovam fotos de um protótipo de testes fotografado recentemente na Europa, com a dianteira camuflada. Na verdade, trata-se de uma “mula”, que utiliza a carroceria do modelo atual sobre uma nova plataforma.

O Evoque vai ficar mais espaçoso para ficar mais competitivo diante de rivais como o BMW X1, que também cresceu ao chegar à segunda geração, lançada em 2015. Isso fica evidenciado ao observar os arcos das caixas de roda, que estão maiores no protótipo, indicando que o utilitário esportivo ficará mais largo. Aparentemente, o veículo fotografado também conta com suspensão mais alta.

De acordo com a revista britânica “Auto Express”, o registro do protótipo, com base na placa de identificação, indica que ele é equipado com um motor 2.0 turbodiesel de quatro cilindros, certamente da família Ingenium, que hoje está disponível não apenas para o Evoque, como também o Discovery Sport. Esse motor poderá receber melhorias para render mais que os atuais 180 cv de potência e 43,8 kgf.m de torque. O propulsor 2.0 Si4 turbo a gasolina de 240 cv e 34,7 kgf.m também é candidato a ganhar mais desempenho.

Como não se mexe em time que está ganhando e o Evoque praticamente inaugurou a moda dos SUVs compactos com perfil de cupê, o design geral do utilitário, que hoje tem até versão conversível, não deve sofrer grandes alterações, que deverão estar concentradas na dianteira, portando a camuflagem. Espere uma aparência semelhante à do recém lançado Range Rover Velar, uma opção maior ao Evoque, também inspirada nos cupês esportivos.

A expectativa é que a segunda geração do SUV inglês seja apresentada em 2018, com início das vendas na Europa (e no Brasil) em 2019.

Tags