Newsletter
Share

Redes Sociais

Toyota Supra Segredo Flagra

Novo Toyota Supra aparece com menos disfarces

Esportivo que saiu de linha em 2002 vai retornar com motor e câmbio BMW para ser o Toyota mais potente e sofisticado

WM1 / 08/06/2017 às 12:15

A Toyota está preparando o retorno do esportivo Supra, fabricado entre 1978 e 2002 e que é bastante conhecido no mundo dos games de automobilismo. Várias unidades de testes têm sido fotografadas rodando em vias públicas ainda bastante camufladas e a expectativa é de que o cupê seja apresentado no fim deste ano, com produção em série e vendas começando em 2018.

Nas fotos da parceira Automedia, o Supra aparece um pouco menos disfarçado que das outras vezes e permite notar as enormes entradas de ar no para-choque dianteiro, além do formato das lanternas traseiras. O esportivo também traz uma pequena asa traseira, aparentemente fixa, e escapamento duplo, similar ao visto no GT86, cupê compacto da Toyota que é “irmão gêmeo” do Subaru BRZ.

O novo Supra também é um projeto em parceria com outra montadora, no caso, a BMW - a marca alemã está preparando o roadster Z5, que vai compartilhar plataforma, componentes mecânicos e até o visual, parcialmente, com o modelo da Toyota. O Supra deve trazer carroceria bastante inspirada no conceito FT1.

A parte eletrônica e o trem de força vão ser fornecidos pela BMW. Especula-se que to Supra traga propulsão híbrida, combinando motor 2.0 turbo e dois motores elétricos, um no eixo dianteiro e outro no traseiro, para render cerca de 360 cv de potência, com tração integral e câmbio automático, exclusivamente - ao que tudo indica, não haverá opção de transmissão manual. Outra possibilidade é que o Toyota seja equipado com um motor de seis cilindros em linha turbinado da BMW. A ver.

A parte eletrônica e o trem de força vão ser fornecidos pela BMW. Especula-se que to Supra traga propulsão híbrida, combinando motor 2.0 turbo e dois motores elétricos

O uso do sistema híbrido pode ser uma exclusividade do Supra, enquanto o Z5 seguiria uma receita mais tradicional de esportivos, dispensando os motores elétricos e trazendo tração traseira. Ambos os modelos devem ser montados pela Magna Steyr na Áustria.

Com combustível de alta octanagem correndo pelas veias, a equipe de jornalistas do WM1 está sempre acelerando em busca das informações mais relevantes para quem está à procura do melhor negócio ou é apenas mais um aficionado por carros!

Matérias relacionadas