Newsletter
Share

Redes Sociais


Ao contrário do mercado brasileiro em que as minivans assumiram o posto das peruas, na Europa as chamadas station wagons continua em alta. Prova disso é que muitos dos modelos que se destacaram nos estandes do Salão de Frankfurt, na Alemanha, são deste segmento que, infelizmente, está em extinção no Brasil - #salvemasperuas!

Rodando pelos estandes dos 11 pavilhões, a WebMotors selecionou as três peruas que poderiam estar com o passaporte carimbado para o mercado brasileiro, mas que, infelizmente e para tristeza geral da nação, estão longes aterrissar em solo tupiniquim.

PEUGEOT 308 SW

Em um passado não muito distante, a Peugeot vendeu no Brasil a 307 SW, carro que deixou muitos órfãos por conta de seu espaço interno e requinte acima da média. Desde sua saída no mercado, a marca francesa nunca repôs um modelo à altura. Aqui no Salão de Frankfurt, entretanto, uma das estrelas do estande da Peugeot e à 308 SW.

Além de um design atual e com porte suficiente para agradar os jovens pais de família, a 308 – no ‘Velho Mundo’ – é comercializada com três opções de motores 1.2, 1.6 e 2.0 (gasolina e diesel), e transmissões manual de 5 ou 6 marchas, e automática de 6. Em termos de medidas, a perua tem 4,58 metros de comprimento (2,73 metros de distância entre os eixos), e uma capacidade de 660 litros do porta-malas.

RENAULT TALISMAN ESTATE

Apresentada mundialmente no Salão de Frankfurt, a Renault Talisman, com certeza, teria sucesso entre os brasileiros aficionado por peruas focadas totalmente no conforto e requinte – seria uma excelente opção para a aposentada Renault Mègane Grand Tour.

Na realidade, o Talisman Estate é uma categoria acima do Mègane. Seus principais concorrentes são as alemãs, em especial a Passat Variant. Com generosos 4,85 metros de comprimento, a Renault tem capacidade de carga para 608 litros. Cinco motores estão à disposição, sendo dois à gasolina e outros três à diese. Os a gasolina são equipados com transmissão automatizada de dupla embreagem e 7 marchas.

KIA CEED SW

A terceira e última perua que chamou a atenção foi a renovada Kia Ceed SW. No entanto, ao contrário das outras, a representante da marca de origem sul-coreana chamou a atenção por ser mais compacta e sugerir mais esportividade que as duas francesas mencionadas – até mais que a Peugeot 308 SW, que é maior.

Com apenas 4,50 metros de comprimento e com porta-malas de 528 litros, o Ceed SW (Sportwagon) tem como grande novidade, apresentada em Frankfurt, novo motor 1.0 turbo de três cilindros (injeção direta de combustível) que pode desenvolver até 120 cv de potência e 17,5 kgf.m de torque. 

Jogador de futebol frustrado, resolveu ser jornalista para escrever sobre tudo que tivesse motor, fizesse (muito ou pouco) barulho e fosse possível de pilotar. Aficionado por superesportivos e clássicos, pensa agora acelerar também sobre duas rodas...

Matérias relacionadas