Newsletter
Share

Redes Sociais

Toyota Project Portal Fuel Cell Truck

Toyota apresenta caminhão movido a hidrogênio

Protótipo utiliza tecnologia de célula de combustível emprestada do Mirai. São 183 kgf.m de torque e emissões zero

WM1 / 20/04/2017 às 15:30

O  Toyota Mirai, veículo movido a célula de combustível, apareceu no último Salão do Automóvel de São Paulo com uma unidade cortada ao meio para demonstrar a tecnologia que converte hidrogênio em eletricidade, que por sua vez movimenta o veículo – com a vantagem que a única emissão resultante do processo é o inofensivo vapor d’água.

O carro é uma das apostas da montadora japonesa como uma alternativa aos elétricos e híbridos convencionais, com zero emissões de poluentes e a vantagem de apresentar autonomia e tempo de reabastecimento semelhantes a um veículo convencional, movido a combustão – desde que tenha à disposição uma rede de estações de hidrogênio – por isso mesmo, hoje sua viabilidade no Brasil inexiste.

A situação é diferente no Japão, nos Estados Unidos e na Europa, onde, embora o Mirai seja um carro de nicho, já existe infraestrutura para reabastecê-lo – nesses locais, a Toyota já vendeu cerca de 3.000 unidades do Mirai, que agora passa por um período de testes e demonstrações na China, entre 2017 e 2020, para testar sua aceitação. Nos Estados Unidos, a Toyota segue promovendo a tecnologia do Mirai – que tem no Honda Clarity seu principal concorrente -, agora adaptada para mover caminhões.

A fabricante revelou nos EUA um protótipo do Projeto Portal, um sistema de celular de combustível emprestado do Mirai para ser adaptado em veículos de carga. Na verdade, o veículo conta com duas células de combustível, como as usadas no carro de passeio, uma bateria de 12 kWh e um parrudo motor elétrico, com 680 cv de potência e 183 kgf.m de torque!

O conceito tem peso combinado de 36 toneladas e autonomia de cerca de 321 km com um abastecimento, em condições normais de uso. A apresentação do protótipo aconteceu no Porto de Los Angeles, na Califórnia, não por acaso: com tanto torque disponível, o caminhão movido a hidrogênio é adequado para o transporte de contêineres e outras cargas extra pesadas.

Ainda não há uma previsão de quando o protótipo vai se tornar um modelo de produção. A Tesla, fabricante de veículos 100% elétricos, vai apresentar em setembro seu caminhão movido a eletricidade, o primeiro utilitário da montadora californiana, que em dois anos também deverá contar com uma picape movida a baterias.

Com combustível de alta octanagem correndo pelas veias, a equipe de jornalistas do WM1 está sempre acelerando em busca das informações mais relevantes para quem está à procura do melhor negócio ou é apenas mais um aficionado por carros!

Matérias relacionadas