Newsletter
Share

Redes Sociais

latin ncap teste colisao captur junho 2017 a

Renault Captur é bem avaliado em teste de colisão

SUV recém lançado levou 4 estrelas na proteção para adultos e 3 para crianças em nova rodada do Latin NCAP

WM1 / 07/06/2017 às 15:45

Lançado em fevereiro passado com airbags frontais e laterais, Isofix e controle de estabilidade em todas as versões, o Renault Captur foi bem avaliado no teste de impacto realizado hoje (7) pelo Latin NCAP, órgão independente de segurança viária para países da América Latina. O SUV levou quatro estrelas de um total de cinco na proteção para adultos (30,27 pontos de 34 possíveis) e três para crianças, somando 33,68 pontos de 49 máximos. Veja o vídeo abaixo.

O instituto destacou a importância dos equipamentos de segurança para o resultado positivo. Alejandro Furas, secretário geral do Latin NCAP, salientou que todos os carros vendidos nos mercados onde o órgão atua deveriam trazê-los como padrão. "O Captur mostra o potencial da indústria local para produzir e oferecer veículos mais seguros que ultrapassam os requisitos exigidos pelos governos e com bom desempenho mesmo com protocolos mais rígidos como os de hoje”, avaliou. 

María Fernanda Rodríguez, presidente do instituto, foi na mesma linha: "Adoraria ver também os modelos mais vendidos pela marca Renault oferecerem o mesmo nível de segurança que o deste modelo testado”, sugeriu.

O Captur foi submetido aos critérios mais rigorosos adotados pelo Latin NCAP desde meados de 2016, que incluem, além do teste de impacto parcial dianteiro a 64 km/h, colisão lateral a 50 km/h, simulando a batida em um poste. Além disso, a eficiência do controle eletrônico de estabilidade é testada, quando o equipamento é oferecido. Seguindo esse novo método, o Chevrolet Onix zerou no mês passado a nota em teste anterior.

A avaliação do Latin NCap também considerou satisfatória a integridade estrutural do Captur após os testes, bem diferente da avaliação feita com o Duster em 2015, quando, após passar pelo teste de batida frontal, foi avaliado como instável. No lançamento do Captur, a Renault informou que, apesar de ser produzido sobre a mesma plataforma do Duster, recebeu melhorias na estrutura.

Com combustível de alta octanagem correndo pelas veias, a equipe de jornalistas do WM1 está sempre acelerando em busca das informações mais relevantes para quem está à procura do melhor negócio ou é apenas mais um aficionado por carros!

Matérias relacionadas