Newsletter
Share

Redes Sociais

Que tal o Volkswagen Jetta chinês?

Sedã tem visual repleto de cromados e vincos, além de motorização 1.5 de 110 cv

WM1 / 26/04/2017 às 12:00

A atual geração do Jetta está vigente no Brasil desde 2011. O sedã até recebeu um tapinha no visual, mas a maior alteração de lá para cá foi a implementação do motor 1.4 TSI. A Volkswagen não fala em lançar uma nova geração para o nosso mercado, mas acabou de atualizar o modelo China.

Desenvolvido em parceria com a FAW, primeira montadora chinesa, fundada em 1953, o sedã tem estilão repleto de cromados e vincos, do jeito que o povo chinês gosta. Os faróis e as lanternas têm formato maior, enquanto a grade é repleta de elementos. Já a base da carroceria é a mesma do Jetta brasileiro.

Em relação a motor, o modelo chinês oferece três opções. Além do 1.4 aspirado de 120 cv e o 1.4 TSI (turbo) de 150 cv, há uma versão mais barata, equipada com o propulsor 1.5 (aspirado) de 110 cv a 6.000 rpm e torque máximo de 15,3 kgf.m a 3.800 rotações. Já a transmissão é a conhecida Tiptronic de seis velocidades para todas as versões.

Ou seja, não há na China o 2.0 TSI de 200 cv que empolga pela performance. E aí, melhor manter o carro com design cansado, mas com motor mais eficiente ou ter um Jetta com visual renovado e uma versão mais acessível?