Newsletter
Share

Redes Sociais

jac_novo_logotipo

JAC estreia novo logotipo no lançamento do T40

Chinesa lançará SUV compacto em 3 de julho e apresenta emblema redesenhado, que será usado também nas concessionárias

WM1 / 18/05/2017 às 17:00

No Brasil desde 2011, a JAC Motors vai lançar no dia 3 de julho o SUV compacto T40, o décimo modelo da marca chinesa comercializado no país. Com a chegada do utilitário esportivo, a montadora também traz nova logomarca, que deixa de exibir a estrela de cinco pontas já conhecida dos brasileiros para trazer o nome da montadora estilizado.

De acordo com a JAC, o novo logotipo não estará estampado somente nos seus veículos, como também vai compor toda a identidade visual da empresa, presente no site, nos materiais de divulgação, catálogos e “futuramente” também na fachada da rede de concessionárias, de “forma gradual”.

A companhia informa que o emblema oval com contorno cromado e as três letras com mesmo tratamento, sobre fundo preto, foi concebido no estúdio de design da JAC em Turim, na Itália, para significar “inovação, força e qualidade”.

Além disso, a JAC Motors anunciou que “aposta todas as suas fichas” no mercado brasileiro ao longo dos próximos 18 meses, com previsão de lançamento de nove modelos nesse período. Um deles é o T40, que será uma opção mais acessível e compacta ao T5, SUV de porte médio com motor 1.5 flex de 127 cv de potência, 15,7 kgf.m de torque e câmbio manual de seis marchas ou CVT. Os preços sugeridos do T5 começam em R$ 66.490.

Com 4,13 m de comprimento, 19 cm a menos que o T5, o T40 seguramente será mais barato que isso, com preço inicial estimado abaixo dos R$ 60 mil (os valores ainda não foram anunciados pela fabricante).  O motor 1.5 bicombustível é o mesmo do “irmão maior” e o novo utilitário esportivo será oferecido inicialmente apenas com transmissão manual de seis velocidades. A capacidade do porta-malas do T40 é de 450 litros, 150 litros a menos que o T5 (na foto abaixo, o T40 visto de frente ainda com a logomarca antiga e o nome S2, com o qual é comercializado no mercado asiático).

O lançamento vai trazer de série freios a disco nas quatro rodas, rodas de liga leve de 16 polegadas, ar-condicionado, direção elétrica, central multimídia com GPS, controlador de velocidade de cruzeiro e controles eletrônicos de estabilidade e tração, com assistente de partida em rampa.

A JAC Motors chegou ao Brasil com planos ambiciosos e preços competitivos, mas sofreu, como outras chinesas, com a sobretaxa de 30% de IPI sobre veículos importados que superassem a cota de 4,8 mil unidades por ano para cada montadora, anunciada em setembro de 2011. A marca chegou a anunciar a construção de uma fábrica no Brasil, com início em 2012 na região de Camaçari, na Bahia, com previsão de investimento de R$ 900 milhões e capacidade para produzir 100 mil veículos por ano. Com a queda nas vendas por conta da sobretaxa, no entanto, os planos tiveram de ser revistos e a fábrica segue em compasso de espera. Por conta disso, a fabricante chegou a ser multada pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, pois teve direito a benefícios fiscais na venda de automóveis condicionados à implantação da planta na Bahia.

Desde sua estreia no Brasil, a montadora vendeu cerca de 80 mil veículos. A marca é operada aqui pelo Grupo SHC, do empresário Sergio Habib, presidente da JAC Motors do Brasil.

Com combustível de alta octanagem correndo pelas veias, a equipe de jornalistas do WM1 está sempre acelerando em busca das informações mais relevantes para quem está à procura do melhor negócio ou é apenas mais um aficionado por carros!

Matérias relacionadas