BMW F 800R

​Top 10: motos divertidas usadas até R$ 25.000

​Confira nossa lista com 10 motos usadas, acima de 600 cc, que fazem a alegria de qualquer piloto

WM1 / 20/04/2017 às 11:00

As motos quando são lançadas geralmente ganham destaque pelo fato de serem novidades. Nós já fizemos uma lista com dez motos usadas bacanas e novinhas até R$ 25 mil. Mas com o passar do tempo, mesmo quando não são assim tão novas, suas características, como desempenho, design e conforto, as mantém ainda como objeto de desejo.Temos centenas delas no nosso estoque na Webmotors.

Por isso, fizemos uma lista com algumas motos usadas, mas que ainda têm seu encanto. Todas estão acima de 600 cc e, agora mais rodadas, porém ainda em boas condições, custam até R$ 25.000 e podem morar na sua garagem.

1 - Harley-Davidson Sportster XL 883 (a partir de R$ 20.500)

Ela é a “porta de entrada” para o mundo Harley-Davidson. O modelo teve diversas versões, mas são poucas as mudanças visuais. Com isso, mesmo quem comprar um exemplar mais antigo, pode desfilar com sua Harley sem fazer feio. Ao passar na rua pouca gente saberá que é uma “usadinha”. Uma das versões mais vendidas foi a XL 883R, que tem banco duplo e guidão mais alto. Um exemplar do modelo 2008, com pouco mais de 15.000 km pode ser encontrado a partir de R$ 20.500.

O bom e velho motor Evolution, um V2 de 883 cc, tem refrigeração a ar, mas oferece torque de sobra – 7,2 kgf.m a 4.500 rpm – para um passeio sem pressa. Equipada com câmbio de cinco marchas e transmissão final por correia dentada, essa Harley de entrada ainda é capaz de atrair muitos olhares.

Veja ofertas aqui.

2 - Yamaha XT 660R (a partir de R$ 17.000)

Uma das motos mais desejadas entre os amantes do estilo off-road, a XT 660R trilhou uma história de sucesso. Conhecida como um verdadeiro “trator”, tem na robustez do motor de um cilindro (659,7 cc) e 48 cavalos de potência um grande argumento de vendas. Suas rodas raiadas de 21 polegadas, a altura do solo de 21 cm e o longo curso da suspensão permitem que o piloto supere qualquer obstáculo na estrada ou fora dela. Atributos que fazem dela uma excelente opção para os aventureiros.

Veja ofertas aqui.

3 - Honda CB 600F Hornet (a partir de R$ 18.000)

O carisma dessa naked de quatro cilindros é inegável. Ainda hoje o ronco do motor de 600 cc e 102 cavalos de potência, tira o sono de muito motociclista que deseja ter uma dessa na garagem. O sucesso também está ligado a sua facilidade de pilotagem e conforto. O banco largo e baixo associado à capacidade de mudar de direção com rapidez fazem dessa naked – que pesa 177 kg (a seco) – o modelo ideal para quem gosta de acelerar forte e ainda usá-la no dia a dia. No cardápio de opções ainda existem as primeiras versões que usavam carburador. As versões mais novas já trazem injeção eletrônica e até freios ABS.

Veja ofertas aqui.

4 - Suzuki Burgman 650 (a partir de R$ 23.000)

Pense em um veículo diferente, capaz de reunir o melhor dos carros e das motos. Esse veículo é o maxi-scooter que tem a agilidade e a economia das motos com o conforto e espaço para bagagem dos carros. Pode até parecer exagero, mas um bom exemplo é o Suzuki Burgman 650. Seu bagageiro leva dois capacetes e ainda existem vários porta-objetos por trás do escudo. Não bastasse isso, o “scooterzão” da Suzuki oferece motor de dois cilindros com 638 cm³ e 55 cavalos de potência. Para curtir o desempenho o piloto pode até trocar de marchas com os seletores nos punhos, ou deixar no modo automático e desfrutar do conforto dessa nave sobre duas rodas.

Veja ofertas aqui.

5 - Suzuki DL 1000 V-Strom (a partir de R$ 18.000)

Quem sonha com longas viagens pilotando uma bigtrail tem nas primeiras versões da Suzuki DL 1000 V-Strom uma boa opção. Conhecida pelo bom desempenho do seu motor de dois cilindros, um “V2” de 996 cc, com 98 cv de potência e torque de 10.3 kgf.m. Números que impõem respeito e permitem acelerações fortes e muita segurança nas ultrapassagens. A V-Strom 1000 também esbanja conforto: a carenagem larga e o para-brisa alta, associados ao banco largo e macio permitem que o piloto faça longas viagens sem se cansar. As rodas de liga-leve não são ideais para fazer um fora-de-estrada mais pesado, mas essa bigtrail japonesa não se intimida em uma estrada de terra batida. 

Veja ofertas aqui.

6 - BMW F 800 R (a partir de R$ 19.000)

Podemos dizer que a BMW F 800R não tem o reconhecimento que merece. Por usar motor de dois cilindros alguns pilotos acham que seu desempenho não é o bastante para divertir. Porém, quem já experimentou essa naked alemã em estradas travadas sabe do que ela é capaz com seu bicilíndrico de 798 cc, que atinge 87 cavalos e tem torque de 8,7 kgf.m.

Pesando 177 kg e com uma ciclística acertada, contorna curvas com facilidade. O conjunto de freios com discos duplos e sistema ABS completa o conjunto. Ela pode não ter o ronco de um motor quatro cilindros, mas é bastante versátil: tem desempenho para pegar a estrada e é fácil de pilotar no dia-a-dia.

Veja ofertas aqui.

7 – Yamaha XVS 950 Midnight Star (a partir de R$ 21.000)

Se você curte o estilo custom, outra boa opção nessa faixa de preço é a Yamaha Midnight Star. Com um visual que mescla linhas clássicas com uma pitada de esportividade, o modelo já foi a custom mais vendida do Brasil em 2012. A sua ciclística acertada e o bom desempenho do V2 de 942 cm³ e 54 cavalos foram as receitas para o sucesso. Equipada com quadro berço duplo e boas suspensões, a Midnight Star oferece bom nível de conforto cmo seu banco largo e pedaleiras plataformas. Para quem pretende viajar com essa custom japonesa a boa notícia é que ela usa transmissão final por correia dentada.

8 - Triumph Bonneville T 100 (a partir de R$ 23.000)

Uma moto com cara de moto, assim pode ser definida a Triumph Bonneville.  O modelo, na versão T 100 vendida no Brasil, tem rodas raiadas, duas saídas de escape cromadas, banco reto e o mesmo visual das clássicas nakeds inglesas. O motor de dois cilindros paralelos com 865 cm³ tem injeção eletrônica e oferece razoáveis 68 cavalos de potência máxima. Mas o bom torque de 6,9 kgf.m é o bastante para desfrutar de passeios e viagens agradáveis com essa inglesa que pesa 225 kg.

A Bonneville T 100 é inspirada em um dos modelos de maior sucesso da marca inglesa nos anos de 1950 e 60. Uma boa pedida para quem gosta de motos clássicas, mas não procura uma moto estilosa e confiável para rodar na cidade e na estrada.

Veja ofertas aqui

9 - Honda CB 1300 F (a partir de R$ 24.000)

A musculosa naked da Honda tem como destaque o ronco e o torque do motor de quatro cilindros em linha. A usina de força com 1.284 cm³ é capaz de gerar 111 cv de potência máxima e torque de 11,6 kgfm. Com isso essa big naked não pede reduções de marcha e atinge até 220 km/h. Além do desempenho, outro grande atrativo são as linhas clássicas do modelo – a CB 1300F lançada em 2008 mistura a influência das antigas nakeds da Honda nos anos 1980 com tecnologia moderna. A dupla de amortecedores na traseira tem reservatório de gás em separado e reforçam o estilo clássico dessa big naked.

Veja ofertas aqui.

10 - Kawasaki Ninja ZX-6R 636 (a partir de R$ 23.000)

O nome Ninja é uma referência entre os amantes de superesportivas. Mas até R$ 25.000 as únicas opções são os modelos de 600cc. Uma boa opção são as primeiras versões da ZX-6R 636, lançadas entre 2005 e 2006, que se destacaram pelo baixo peso e o motor um “pouco” maior, daí seu nome 636. As primeiras Ninja 636 têm 128 cavalos de potência (e torque de 6,8 kgf.m) que podem superar os 250 km/h.

Os freios já tinham pinças de fixação radial e os discos trouxeram o formato “wave”. A embreagem deslizante ajuda na redução de marchas. E o painel tem até lap timer.

Veja ofertas aqui