Newsletter
Share

Redes Sociais

Sua moto fala!

Sua moto fala!

Sons e barulhos emitidos pela moto podem dar pistas sobre futuros problemas. Entenda o que ela quer dizer

WM1 / 30/05/2017 às 13:00

Todos os veículos automotores com motor a combustão emitem ruídos característicos do seu funcionamento. O tuc-tuc-tuc do motor, o ruído do atrito do pneu com o solo, o som do escapamento ou mesmo o zumbido da ignição ao virar chave são comuns até mesmo em motos novas. Porém, a medida que as peças se desgastam ou apresentam defeitos, a moto passa a emitir sons diferentes que, em sua maioria, mostram que há algo errado. Consultamos o mecânico Olavo Dias Jr. para decifrar os ruídos mais comuns. Com 30 anos de experiência na profissão afirma: “ao ouvir um desses sons é recomendável consultar um especialista ou levar a moto na concessionária, pois o problema tende sempre a piorar”.

- Tic-tic-tic das válvulas
Quando você ouvir um barulho semelhante a uma máquina de costura em funcionamento provavelmente ele vem das válvulas. Geralmente uma simples regulagem resolve o problema. Pode ser também algo mais grave como o desgaste na corrente de comando ou mesmo no tensionador – que mantém a corrente na tensão correta.

- Crac-crac-crac da corrente
Este é o som emitido pela corrente de transmissão final que faz a ligação do eixo do câmbio à roda traseira. Caso ela esteja muito esticada, folgada ou torta ela emite esse ruído parecendo estar sendo mastigada. Vale lembrar que a corrente é extremamente importante para a segurança do piloto, pois se estiver muito esticada, folgada ou torta pode se romper ou saltar fora dos encaixes e causar até um acidente.

- Assobio do freio 
Quando está desgastada o contato da pastilha de freio com o disco emite um assobio. À medida que o desgaste aumenta o som passa a ser um “assobio metálico” que fica ainda mais forte em caso de chuva, porque a base da pastilha está entrando em contato direto com o disco. Nesse caso é importante trocar a pastilha para não comprometer o poder de frenagem da moto ou desgastar o disco de freio. O mesmo acontece com as lonas de freios quando usadas além do limite.

- Bizzzzzz da bomba de combustível
Ao girar a chave de ignição é comum escutar o zumbido da bomba pressurizando o combustível, mas quando o motor entra em funcionamento o som diminui. Caso ele continue alto, mesmo com o motor já em funcionamento, pode ser sinal de problemas na bomba ou mesmo o uso de combustível de má qualidade – com muita água, por exemplo.

- Nhec-Nhec-Nhec da suspensão
Sempre que subir ou descer da moto ou rodar em terrenos irregulares e ouvir um rangido, semelhante a um “nhec-nhec”, vindo da traseira da moto é sinal de problemas na suspensão. Muitas vezes esse rangido é causado pelo contato direto entre os links (ou mesmo rolamentos de agulhas) que estão ressecados e precisam de lubrificação.

- Tec-tec-tec da vela
Esse som, que lembra o estalo de descarga elétrica, ocorre quando o supressor de ruído (conhecido como cachimbo da vela) está ressecado ou quebrado. Essa avaria permite a fuga de corrente e a centelha da vela é prejudicada. Com isso a moto passa a falhar, gastar mais combustível e pode até parar completamente.

Anuncie sua moto GRÁTIS na Webmotors