Volkswagen lança linha 2015 da Amarok com versão limitada

Ainda sem preço oficial, edição especial Dark Label é limitada a 1.000 unidades

WM1 / Março 2015
Arquivo

(Tuiuti - SP) A Volkswagen apresentou nesta sexta-feira (27) a linha 2015 da Amarok, que chegará às concessionárias em abril. Com mudanças básicas no pacote de equipamentos de todas as versões e uma nova edição limitada a 1000 unidades, chamada de Dark Label
 
A fabricante ainda não divulgou os preços oficiais da linha, mas estimou alguns valores. A configuração inicial Trendline custará em torno de R$ 136 mil, enquanto a topo de linha Highline deverá sair por R$ 150 mil. Já a versão Dark Label terá tabela em torno de R$ 140 mil.
 
O controle de estabilidade (ESC), de subida em morro (HSA) e descida (HDC) são de série em todas as versões. Na Trendline, o farol de neblina direcional e a regulagem de altura dos farois são de fábrica para a linha 2015.
 
Na Highline, o pacote ganha camera de ré de série, junto dos sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, já disponíveis de fábrica. Como opcional, a versão topo de linha agora oferece rodas de 19 polegadas e faróis de xenom com luzes diurnas em LED.
 
O motor é sempre o 2.0 de quatro cilindros biturbo, capaz de produzir 180 cv com diesel. O câmbio pode ser o automático de 8 marchas ou manual de 6 velocidades, disponível apenas na Trendline para baixo.
 
DARK LABEL
 
A grande novidade da linha 2015 é a inclusão da série limitada Dark Label, baseada na Trendline e que busca dar ar mais esportivo à picape. Por cerca de R$ 4 mil mais cara que a Trendline, a versão traz santo-antônio, estribos, luzes diurnas, farol com regulagem de altura, bancos revestidos em couro e alcantara e airbag lateral de série. Completam o pacote as rodas de 17 polegadas exclusivas (aro 18 é opcional), lanternas escurecidas, vidros laterais-traseiros escurecidos, retrovisores, maçanetas, para-choque traseiro e spoiler dianteiro com acabamento preto fosco, honrando o nome da versão. 
 
São opcionais o diferencial traseiro com travamento mecânico, sensor de chuva e crepuscular, rádio com GPS e pneus de uso misto. Limitada à 1000 unidades produzidas, a Dark Label começa a ser comercializada no próximo mês, com preço estimado de R$ 140 mil. As outras versões não sofreram alterações nos preços.
Iago Garcia Autor

Para o estagiário, gostar de carro foi hereditário. Adora carros preparados, clássicos e customizados. Apaixonado pelos esportivos japoneses, prefere um Skyline a uma Ferrari. Mas não rejeita nada que faça barulho e ande rápido.

Matérias relacionadas