Nissan substitui central multimídia por "tablet"

Novo sistema equipa March e Versa, tem operação Android e não traz espelhamento de smartphones

WM1 / Novembro 2015
Arquivo

O espelhamento da tela do smartphone ou tablet para a tela da central multimídia do carro virou moda. As tecnologias Apple CarPlay, Android Auto e Mirror Link já são realidade no mercado. São itens quase obrigatórios nos últimos lançamentos de veículos nacionais e internacionais. A Nissan, no entanto, lançou nesta terça-feira (24) um sistema de entretenimento que vai na contramão da tendência do espelhamento.

O Nissan Multi-App aposta na estratégia de transformar a central multimídia em um tablet. A única diferença é que ele não tem câmera nem precisa de chip. A central que estreia como equipamento opcional nos compactos March e Versa tem tela sensível ao toque de 6,2” e tem sistema operacional Android na versão 4.2 que, como num smartphone, também pode ser atualizado.

A central agrega 14 apps direto em sua memória interna. Um deles é tão desejado Waze (GPS que informa a situação do trânsito em tempo real). Também são disponibilizadas as redes sociais YouTube e Foursquare, os aplicativos de música Spotify, Deezer e Tunein Radio, os dispositivos Google (Maps, Search, Play e Chrome), além de Weather Channel, Trip Advisor, Skype e Onde Parar.

O Multi-App possui ainda uma memória interna de 1 Gb que permite com que o usuário baixe os demais aplicativos que desejar por meio do Google Play e também permite armazenamento de dados via cartão de memória.

COMO FUNCIONA?

Existem três maneiras de conectar a central com a internet. Uma delas é ao utilizar a internet do celular que funcionaria como um roteador. Outro jeito seria parear uma conexão WiFi qualquer e ainda há a possibilidade de plugar um modem compacto por meio do USB (há duas saídas). Há ainda conectividade bluetooth e iPod, além de rádio, CD e DVD Player

O sistema é intuitivo e tem a mesma carinha de um gadget Android puro. A distribuição dos aplicativos e o acesso às configurações do aparelho são bem parecidas tem funcionamento bem parecido com o de um celular ou tablet que tenha o sistema operacional do Google (o que deve causar dificuldade inicial aos fãs de iPhones e iPads).

O detalhe é que somente os apps de navegação funcionam plenamente com o veículo em movimento, segundo a gerente de produto da Nissan, Cristiane Sanches. Ou seja, nada de ver os vídeos da WebMotors no YouTube enquanto dirige. A rede social também fica inacessível mesmo se você tentar acessá-la via Google Chrome.

Cristiane não acredita que o impedimento 'incentive' o usuário a continuar mexer no celular. “A medida está prevista lei, mas também acreditamos que traga mais segurança ao condutor porque o ideal é manter as mãos sempre ao volante”, argumenta a executiva que diz ainda que a tecnologia chegará aos demais veículos da gama, sem cravar datas.

Ela pondera ainda dizendo que os aplicativos não são totalmente paralizados. Ou seja, a música do Spotify continuará tocando e o áudio do DVD ficará ativo quando carro estivar andando, porém a imagem dele será travada.

PREÇO E DISPONIBILIDADE

Os veículos com Multi-App já podem ser encontrados nas concessionárias da Nissan. No March, a tecnologia está disponível somente para a versão topo de linha 1.6 SL, que sai por R$ 50.490, ou seja, R$ 1.000 mais caro em relação ao veículo sem a central).

Já no Versa, o equipamento é oferecido somente para as versões SL e Unique dentro do novo pacote opcional chamado de Pack Plus. O sedã custa R$ 57.690 e 59.190, respectivamente.

SALADA DE EQUIPAMENTOS

O novo pacote Pack Plus agrega itens de acabamento e estética e vale tanto para o March e Versa, mas acabou transformando a configuração dos veículos em uma salada de confusões. No caso do hatch, a disponibilidade é para as versões 1.0 e 1.6 S, que ganham vidros elétricos e retrovisores externos na cor da carroceria.

Já no sedã, o Pack Plus pode equipar três versões. Na SV, ele adiciona rodas de liga leve de aro 15”, vidros traseiros elétricos, banco traseiro rebatível, acabamento dos bancos em camurça, acabamento em prata na manopla do câmbio, moldura cromada nas janelas e revestimento das portas em tecido.

Na versão SL as novidades são o Multi-App, bancos, volante e câmbio com acabamento em couro, ar-condicionado automático digital, rodas de liga leve de 16 polegadas, retrovisores rebatíveis, faróis de neblina, ancoragem Isofix, câmera traseira, painel central com acabamento preto brilhante e cromado nas maçanetas.

Por fim, a versão Unique também traz o Multi-App , aerofólio traseiro, frisos nas portas, ponteira do escapamento cromada e jogo de tapetes exclusivo.

E NÃO É SÓ ISSO!

A Nissan aproveitou ainda para lançar oficialmente o pacote Colors limitado a 1.000 unidades somente para o March. Ela consiste em colorir aerofólio, maçanetas, capas dos retrovisores, costuras dos tapetes, e frisos das portas com quatro combinações de cor exclusivas: branco com detalhes em vermelho, vermelho com branco, preto com branco e branco com azul.

O Pack Colors sai por R$ 43.290 na versão 1.0 SV, e, por R$ 51.790, na configuração 1.6 SL que também traz o Multi-App. 

Lukas Kenji Autor

Quando deixa um pouco de lado a carreira brilhante como piloto de Gran Turismo e Fórmula 1 (no Playstation), faz cobertura diária do setor automobilístico. Muscles cars e clássicos dos anos 1990 são as máquinas prediletas.

Matérias relacionadas