Newsletter
Share

Redes Sociais

Mercedes GLA ganha três novas versões

Para conquistar os jovens, marca esquece o Classe A e foca em seu crossover

WM1 / 02/04/2015 às 11:32atualizado 10/07/2016 às 14:58
Arquivo

Esqueça o espevitado e irreverente Classe A. A Mercedes-Benz deposita as suas fichas no GLA para atrair um público mais jovem e aumentar a sua participação de mercado em 2015. Por este motivo, e apenas seis meses após o lançamento do crossover no país, a marca apresenta três novas versões de acabamento (que incluem um novo motor 2.0 turbo) para o modelo.

O 200 Style chega para ser a opção mais em conta do GLA e será oferecido por R$ 128.900. Apenas para comparação, o Classe A de entrada atualmente parte de R$ 121.000. Para atingir este preço, o GLA perdeu os ajustes elétricos do banco do motorista, os faróis bixenônio, o assistente de estacionamento (Park-Assist) e alguns detalhes estéticos. O motor é o mesmo utilizado nos demais 200, um 1.6L de 156 cavalos de potência máxima e 25,6 kgf.m de torque. O câmbio é automatizado de sete marchas e dupla embreagem. Segundo a Mercedes, o modelo acelera de 0 a 100 km/h em 8,8 segundos e chega a máxima de 215 km/h.

VEJA TAMBÉM
Facelif do Classe A aparece em flagra

Apesar do preço competitivo, o gerente sênior de Vendas e Marketing, Dirlei Dias, não acredita que a versão será a mais buscada pelo consumidor. “A tendência é que o Classe A diminua a participação dele no mercado já que é um veículo voltado para um público mais específico, jovem e masculino. O GLA é um modelo mais abrangente e por isso deve conquistar um público maior”, explica.

Caberá ao GLA 250, que desembarca nas configurações Style e Sport, este ganho de participação dentro da linha Mercedes. A maior novidade da nova variação fica embaixo do capô. Trata-se do motor 2.0 turbo, já presente na nova Classe C. O propulsor entrega 211 cavalos de potência máxima e 35,6 kgf.m de torque. O câmbio é o mesmo das demais versões, um eficiente automatizado de sete velocidades e dupla embreagem.

O novo propulsor deixou o GLA mais arisco nas arrancadas e esperto nas retomadas. Não é exagero dizer que é muito motor para um carro com proposta mais familiar e urbano. E isso não é uma crítica, pelo contrário.

Dirigir o GLA 250 é relaxante. O modelo roda macio, o nível de ruído é baixo, mérito do trabalho em isolamento acústico feito pela Mercedes, e a suspensão filtra bem as irregularidades do solo. Aliás, a marca não alardeia, mas o GLA 2015 a suspensão sofreu ajustes e foi elevada em 30 milímetros. Na nossa primeira volta com o GLA, durante o lançamento em 2014, a posição de dirigir mais baixa lembrava mais a de um hatch anabolizado do que um crossover. Agora, a percepção mudou e o campo de visão foi ampliado.

PACOTE VISION

O GLA 250 Vision traz os mesmos equipamentos do Vision 200. Entre os destaques estão ar-condicionado de duas zonas, teto solar panorâmico elétrico, sistema de entretenimento com GPS e banco do motorista com regulagens elétricas e memória.

PACOTE SPORT

O GLA Sport traz pacote visual AMG, que inclui rodas de 19 polegadas (são 18 na Vision), detalhes na carroceria imitando alumínio, banco do passageiro também com ajustes elétricos e memória, câmera traseira (que deveria ser de série em todos os Mercedes à venda), assistente de estacionamento (Easy Pack), que estaciona sozinho o veículo em vagas paralelas e perpendiculares, porta-malas com acionamento elétrico e sistema de partida sem chave.

A expectativa da Mercedes-Benz é vender 6.000 GLA este ano e aumentar a participação do modelo dos atuais 22% para 35% do share de vendas da marca. O Classe A, por exemplo, deverá representar apenas 12% do bolo. Ou seja, a marca aposta grande no GLA este ano para preparar a chegada dele como nacional no segundo semestre de 2016.

 

MERCEDES GLA

 

 

 

Versões

Preço

200 Style

R$ 128.900

200 Advance

R$ 136.900

200 Vision

R$ 154.900

200 Black Edition

R$ 157.900

250 Vision

R$ 171.900

250 Sport

R$ 189.900

45 AMG

R$ 298.900

 

Tags

Editor, amante dos carros desde criança e colecionador de revistas automotivas. Seu passatempo preferido é viajar de carro ouvindo um bom rock. No mundo automotivo, tem uma queda pelas peruas e pelos esportivos. Quando não está fuçando sobre carros tenta a sorte nas quadras de tênis

Matérias relacionadas