Newsletter
Share

Redes Sociais

Ford Fusion Hybrid chega por R$ 159.500

Híbrido recebeu as mesmas tecnologias semiautônomas do restante da linha e manteve propulsão combinada de 190 cv

WM1 / 25/10/2016 às 10:45atualizado 27/10/2016 às 10:19

Ford apresentou o facelift do carro mais econômico do Brasil nesta terça-feira (25). O Fusion Hybrid está tabelado em R$ 159.500 e traz como novidades, basicamente, as mesmas tecnologias apresentadas em setembro para as versões 2.5 Flex e 2.0 EcoBoost (turbo). Estes sistemas têm atributos semiautônomos, como alerta de colisão com assistência de frenagem, detecção de pedestres e piloto automático adaptativo.

O sedã híbrido é equipado de motor 2.0 Atkinson a gasolina de 143 cv a 6.000 rpm e 17,8 kgf.m de torque a 4.000 giros que trabalha em conjunto com um propulsor elétrico de 47 cv. A potência combinada de 190 cv é gerenciada por uma transmissão automática CVT (continuamente variável).

Até 40 km/h, o sedã é tracionado somente pelo motor elétrico, o que ajuda a explicar o alto nível de eficiência energética do modelo. O consumo de combustível médio é de 16,8 km/l na cidade e 15,1 km/l na estrada, de acordo com o Inmetro. Isso significa que, com o tanque de 52,7 litros completo, o sedã pode ter uma autonomia de até 885,6 quilômetros.

O comportamento do veículo tem uma ligeira, porém, nítida alteração quando o motor a combustão passa a trabalhar. Ele fica mais solto e mais esperto, mas ainda fica aquém do desempenho das versões flex e turbo.

O propulsor elétrico é alimentado por uma bateria de íons de lítio de 1,4 kWh. Segundo a Ford, ela está 20 quilos mais leve em relação ao componente que equipava a primeira geração do híbrido. A produto tem garantia de oito anos, mas caso o cliente precise fazer a troca, terá que desembolsar R$ 36 mil por um novo. No entanto, a fabricante afirma que isso é muito raro de acontecer. "Das mais de 1.800 unidades do Fusion Hybrid vendidas no Brasil, só duas necessitaram de troca de bateria", afirmou o gerente de marketing da marca Fernando Pfeiffer.

O híbrido também apresenta como novidades faróis full LED, sistema de estacionamento automático de segunda geração, grade dianteira com controle ativo e o sistema de conectividade SYNC 3, com Apple CarPlay e Android Auto, além de manopla do câmbio por botão giratório.

O Fusion Hybrid chegou ao Brasil em 2010 e já teve mais de 1.800 unidades vendidas desde então. Ele é o líder entre os veículos híbridos e uma versão de extrema importância, segundo a Ford, na briga contra os sedãs alemães BMW Série 3, Mercedes-Benz Classe C e Audi A4. 

Viagem à convite da Ford.

Quando deixa um pouco de lado a carreira brilhante como piloto de Gran Turismo e Fórmula 1 (no Playstation), faz cobertura diária do setor automobilístico. Muscles cars e clássicos dos anos 1990 são as máquinas prediletas.

Matérias relacionadas