Newsletter
Share

Redes Sociais

Chevrolet Camaro 2014 chega por R$ 210 mil

O muscle car da marca americana chega em novembro com visual renovado. O modelo será vendido apenas na versão topo de linha SS

WM1 / 11/10/2013 às 15:00atualizado 10/07/2016 às 15:19
Arquivo

A Chevrolet passa a comercializar no Brasil o Camaro 2014. O muscle car da marca americana chega em novembro com visual renovado por R$ 210 mil. O modelo será vendido apenas na versão topo de linha SS.
 
O Camaro 2014 apresenta uma nova e maior grade frontal. A adição de saída de ar no capô, melhora a exaustão de calor, e o novo parachoque compõe o visual da frente. Na traseira, destaque para o novo difusor de ar e aerofólio, que foram otimizados em túnel de vento, segundo a Chevrolet, além da nova lanterna, agora com três elementos.
 
Internamente, pouco mudou. Os mostradores do painel, a projeção de dados no para-brisa com nova coloração bem como os mostradores no console central, apresentam um visual retrô.
 
Musculoso
Apesar das mudanças no visual, a grande diversão do Camaro está mesmo sob o capô. Estamos falando de um bloco V8 6,2L, capaz de entregar 406 cv. O torque é de 56,7 kgfm. O motor trabalha associado a uma transmissão automática de seis velocidades. Com este conjunto, o modelo pode sair da inércia e chegar aos 100 km/h em menos de 5 segundos. A velocidade máxima é de 250 km/h, limitada eletronicamente.
 
Uma característica interessante deste motor é o sistema AFM (Active Fuel Management) ou desligamento automático dos cilindros. Em velocidades de cruzeiro, como em uma viagem tranquila por uma estrada, o sistema de gerenciamento do motor comanda o desligamento de parte dos cilindros, da injeção de combustível, e o fechamento das válvulas de admissão e escape, utilizando uma válvula eletrônica, que atua sobre o comando hidráulico dos tuchos, comandando o fechamento das válvulas. Isso garante maior eficiência energética, reduzindo o consumo de combustível.
 
Impressões - Em rápido teste na pista circular do campo de provas da GM em Indaiatuba, no interior de São Paulo, tivemos a oportunidade de comprovar a potência do Camaro. A volta passa rápido dentro do modelo. Para ficar mais divertido, optamos pelas trocas de marcha sequenciais, que podem ser feitas por meio de borboletas atrás do volante.
 
O Camaro responde instantaneamente às investidas no pedal e não foi difícil encontrarmos o limitador de velocidade (neste caso paramos nos 160 km/h por questões de segurança). Um ponto negativo, no entanto, é a visibilidade. A posição de dirigir e o tamanho do vidros, principalmente os laterais, minimizam a visão do mundo lá fora.
 Aproveitando o gancho do dia das crianças, podemos resumir o Camaro naquele tipo de brinquedinho (caro) que sonhávamos em ganhar de nossos pais e, quando ele chegava a nossas mãos, passávamos noites e noites acordados, curtindo cada momento da diversão.
 
MOTOR
Modelo:
L99 6.2L V8 S.F.I.
Disposição:
Longitudinal - Frontal
Número de cilindros:
V8
Cilindrada (cm3):
6.162
Diâmetro e Curso (mm):
103,2 x 92
Injeção eletrônica de combustível:
SFI  (Sequential Fuel Injection)
Taxa de compressão:
10.87:1
Potência máxima líquida
(ABNT NBR 5484 – ISO 1585):
406 cv ( 298 kw) a 5900 rpm
Torque máximo líquido
(ABNT NBR 5484 – ISO 1585):
56,69 kgfm ( 556 Nm) a 4600 rpm              
                                                     
Combustível recomendado:
Gasolina Premium
Rotação máxima do motor (rpm):
6.200
Bateria:
12V, 80 Ah
Alternador:
150 Amp
 
DIMENSÕES
Distância entre eixos (mm):
2.852
Comprimento total (mm):
4.836
Largura carroceria (mm):
1.917
Largura total (mm):
2.089
Altura (mm):
1.377
Peso em ordem de marcha (kg):
1.790
Distribuição de peso
(% dianteira/traseira):
52 / 48
Coeficiente de penetração
aerodinâmica (Cx):
0,351
 
CAPACIDADES
Porta-malas (litros):
320
Carga útil (kg):
332
Tanque de combustível (litros):
71
Óleo do motor (litros):
7,6L (com o filtro de óleo)
Sistema de refrigeração (litros):
10,8L
Sistema de partida a frio (litros):
NA
 
DESEMPENHO
Velocidade máxima (km/h):
250
Aceleração 0 a 100 km/h (s):
4,8s
 

Repórter, trabalha no setor automotivo desde 2005. A paixão por carros – principalmente os hatches – começou na infância recebendo instruções e viajando com seu pai. Além de carros, é fissurado por tecnologia, games, quadrinhos e pelo Corinthians

Matérias relacionadas