Vendas têm pior primeiro trimestre desde 2009

Em comparação com o ano passado, queda foi de 16,2% no período

WM1 / Abril 2015
Arquivo

Bem que o setor automobilístico gostaria que essa notícia fosse a grande mentira deste 1º de Abril, mas é pura verdade: o primeiro trimestre de 2015 fechou como o pior dos últimos seis anos.

Formam vendidos de janeiro a março 648.952 mil carros, contra 774,4 mil comercializados no mesmo período do ano passado – uma queda de 16,2%.

Na comparação com fevereiro houve um aumento expressivo de vendas, + 26%: foram 225.902 unidades contra 179.221 no mês anterior. Mas não há nada a comemorar porque esse falso crescimento é resultado do maior número de dias úteis. Em fevereiro houve apenas 17 dias de vendas, contra 22 em março.

Tanto que as vendas diárias caíram, o que indica uma redução no ritmo do mercado: em fevereiro foram vendidas 10.542 unidades por dia, contra 10.268 em março.

O ranking de março não apresenta surpresa, com Fiat na frente, seguida por Chevrolet e Volkswagen. No entanto, as três grandes estão perdendo participação, enquanto as médias (Ford, Hyundai, Renault e Toyota) cresceram em relação ao ano passado.

A Fiat ficou com 18%, a Chevrolet com 16,4% e a Volkswagen com 15,5%. A Ford manteve a participação em torno dos 10% (10,5%) enquanto Hyundai, Renault e Toyota ficaram pouco abaixo dos 8% Honda, Nissan e Mitsubishi completam a lista das dez marcas mais vendida no mês.

Tags