Newsletter
Share

Redes Sociais

Toyota produzirá Prius no Brasil, diz jornal

Publicação japonesa crava desenvolvimento do híbrido em São Bernardo a partir de 2018

WM1 / 25/03/2015 às 09:16atualizado 10/07/2016 às 14:58
Arquivo

São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, será a terceira fábrica da Toyota fora do Japão a produzir o elétrico Prius. O plano é que o híbrido entre nas linha de montagem brasileira a partir de 2018, segundo a edição desta terça-feira (24) do jornal japonês Nikkei.

Uma fonte da Toyota consultada pela publicação afirmou que a ideia é produzir em torno de 1.500 unidades do modelo por ano. O espaço a ser ocupado pelo Prius faria com que parte da produção da picape Hilux fosse desviada para a Argentina.

A reportagem afirmou ainda que a matriz brasileira da Toyota já está em negociação com o governo federal e estadual a fim de arredondar o projeto. Ao WebMotors, a subsidiária afirmou em nota que “não decidiu sobre a produção do Prius no Brasil”.

O WebMotors procurou ainda a Investe São Paulo (Agência Paulista de Promoção de Investimentos e Competitividade), que costuma ser o elo de ligação entre o Governo do Estado e as empresas interessadas em investir na região. A estatal trabalha com protocolo de confiabilidade, ou seja, não está autorizada a divulgar parcerias até que seja autorizada. A empresa já intermediou três projetos da Toyota em São Paulo nas unidades de São Bernardo, Porto Feliz e Sorocaba.

VENDAS BAIXAS

Segundo o jornal japonês, o investimento da fabricante em um híbrido no Brasil tem base na crença de que os consumidores e os governantes ampliarão uma consciência ambiental em relação à emissão de poluentes oriundas dos carros. A reportagem, entretanto, citou a atual crise econômica do País, assim como a queda nas vendas de automóveis.

O Prius foi lançado no Brasil em janeiro de 2013. De lá para cá emplacou cerca de 400 unidades, enfrentando dificuldades mercadológicas diante das taxas sobre veículos importados.

Globalmente, o modelo teve 428 mil unidades comercializadas desde sua produção em 1997 até o fechamento de 2014. Os mercados mais fortes do carro estão concentrados na América do Norte, China e Europa.

Quando deixa um pouco de lado a carreira brilhante como piloto de Gran Turismo e Fórmula 1 (no Playstation), faz cobertura diária do setor automobilístico. Muscles cars e clássicos dos anos 1990 são as máquinas prediletas.

Matérias relacionadas