Setor automobilístico prevê nova queda de vendas para 2016

Fenabrave projeta retração de 5,9% nos emplacamentos de automóveis

WM1 / 06/01/2016 às 12:41atualizado 10/07/2016 às 14:47
Arquivo

A situação do mercado automobilístico não deve melhorar em 2016. A Fenabrave (Federação Nacional da Indústria de Veículos Automotores) anunciou nesta quarta-feira (6) previsão de que o setor apresente retração 5,9% nas vendas de automóveis e comerciais leves perante 2015. O valor significa um volume de 2.330.788 unidades.

O cenário negativo significaria o quarto ano consecutivo de queda nas vendas. Se levado em consideração toda a cadeia automotiva, o que inclui caminhões, ônibus, motos e implementos rodoviários, a expectativa é de redução de 5,20%.

“A falta de confiança do consumidor combinada com taxas altas de desemprego, inflação e  juros foram determinantes para a queda (de 25,59%) do mercado em 2015. Esses problemas devem continuar a persistirem durante um bom tempo em 2016”, considerou o presidente da entidade, Alarico Assumpção Júnior.

A consultora da MB Associados, Tereza Fernandez, atribuiu a projeção negativa para 2016 também por questões políticas. “Os ajustes fiscais continuam travados no Congresso e a substituição do ministro da Fazenda (Joaquim Levy por Nelson Barbosa) mostram que boa parte do ano deve continuar estagnado”, comentou. “Há de considerar também que as grandes estatais estão longe de fechar no azul e que a insolvência das empredas e das famílias devem piorar.”

MOTOS

Levando em consideração somente o setor de motocicletas, a retração prevista é de 4,1%. De tal forma, o volume de vendas para 2016 ficaria em 1.221.110 unidades.

Consulte o preço de carros novos e usados na Tabela Fipe e WebMotors.

Tags

Quando deixa um pouco de lado a carreira brilhante como piloto de Gran Turismo e Fórmula 1 (no Playstation), faz cobertura diária do setor automobilístico. Muscles cars e clássicos dos anos 1990 são as máquinas prediletas.

Matérias relacionadas