Nissan anuncia produção do Kicks no Brasil

CEO mundial da marca também confirmou investimento na fábrica de Resende

WM1 / Janeiro 2016
Arquivo

(Rio de Janeiro) - A Nissan confirmou nesta segunda-feira (4), no Rio de Janeiro, a produção do SUV compacto Kicks em Resende (RJ). Apresentado ao mundo como conceito no Salão do Automóvel de São Paulo de 2014, o modelo será um produto global e feito também em outras plantas da marca pelo mundo. O anúncio foi feito pelo CEO mundial da marca, o brasileiro Carlos Ghosn.

O mercado brasileiro será o primeiro a receber o modelo, mas a Nissan ainda não divulgou quando a produção terá início. As unidades feitas na planta fluminense alimentarão ainda outros mercados da América Latina.

A decisão da Nissan em produzir o Kicks primeiro em solo brasileiro está baseada no sucesso dos utitários esportivos e crossovers compactos. De acordo com Ghosn, este segmento registrou crescimento de 20% de 2014 para 2015 em um mercado que deverá ter uma retração superior a 25%. 

O modelo será construído utilizando a mesma plataforma do Nissan March, também feito em Resende, e deverá ser equipado com o motor 1.6 16V que está no hatch. O índice de nacionalização do SUV compacto será, inicialmente, de 74%. "Vamos puxar uma taxa máxima de nacionalização, mas existem alguns itens que não são feitos no Brasil e que precisarão ser importados", disse o executivo.

O Kicks terá a dura missão de bater de frente com os 'queridinhos' do Brasil em 2015: Honda HR-V e Jeep Renegade. O HR-V, por exemplo, foi responsável por fazer a marca japonesa ser a única a ter um volume total de vendas de janeiro a novembro de 2015 maior que no mesmo período de 2014 entre as dez marcas que mais emplacam carros no Brasil.

INVESTIMENTO

Além de confirmar a produção do Kicks no Brasil, Ghosn aproveitou para anunciar investimento de R$ 750 milhões na fábrica de Resende nos próximos três anos e a geração de 600 novos postos de trabalho na planta fluminense. Boa parte deste investimento, que é elevado, levando-se em conta que o aporte para a construção do complexo fabril foi de R$ 2,6 bilhões, será na linha de montagem do SUV compacto.

Confira nosso vídeo exclusivo com o Kicks no Salão de São Paulo:

Colaborou Iago Garcia

Consulte preços de carros novos e usados na Tabela Fipe e WebMotors

Jogador de futebol frustrado, resolveu ser jornalista para escrever sobre tudo que tivesse motor, fizesse (muito ou pouco) barulho e fosse possível de pilotar. Aficionado por superesportivos e clássicos, pensa agora acelerar também sobre duas rodas...

Matérias relacionadas