Newsletter
Share

Redes Sociais

Hyundai Creta encara HR-V, Renegade e Kicks

WM1 simulou presença do futuro SUV compacto da Hyundai no Brasil

WM1 / 20/09/2016 às 14:30

Na última quinta-feira (9), a Hyundai confirmou a produção do utilitário esportivo compacto Creta em sua fábrica em Piracicaba (SP) a partir de 2017. Com base no ix25, o modelo será apresentado já em novembro, durante o Salão do Automóvel de São Paulo, e terá uma difícil missão: bater de frente com os ‘popstars’ do mercado brasileiro na atualidade. Estou falando de Honda HR-V, Jeep Renegade e Nissan Kicks.

Por isso, resolvemos realizar um ‘comparativo conceitual’ entre os três modelos, levando-se em consideração o Creta vendido na Índia. A ideia não é ter um vencedor. Definir quem é melhor ou pior. É apenas mostrar como o Hyundai se encaixaria no atual cenário brasileiro, que é, sem sombra de dúvidas, bastante competitivo nesta categoria. E claro, ver o que é necessário para o sul-coreano se destacar por aqui.

Antes é importante destacar que a Hyundai já cravou que o design do seu SUV compacto terá elementos pensados exclusivamente no consumidor brasileiro e que a motorização não será a mesma da família HB20 – estamos falando dos motores 1.0 12V, 1.0 12V Turbo e 1.6 16V, todos bicombustíveis.

Por falar em motores, o Hyundai lá na Ásia roda com um 1.6 16V de quatro cilindros – somente a gasolina – de 123 cv de potência máxima e 15,4 kgf.m de força. Com certeza, para ser competitivo, o Creta virá com um bloco flexível (mais potente e ‘torcudo’) para andar em pé de igualdade com os best-sellers HR-V e Renegade, que atacam de bloco 1.8 16V bicombustível (quatro cilindros) de 140 cv e 130 cv, respectivamente. O Kicks vai de 1.6 16V também, mas de apenas 114 cv.

O Hyundai tem opções de câmbio manual e automático, de seis marchas. Honda e Jeep também oferecem as duas transmissões, sendo que a automática do primeiro é tipo CVT (continuamente variável) e do segundo, de seis marchas com conversor de torque. Já o Kicks aposta todas as fichas em uma única caixa automática CVT, como a do Honda.

Comparação entre os SUVs
 

Hyundai

Creta (*Ásia)

 Honda 

HR-V

 Jeep

Renegade 

Nissan

Kicks

Motor (entrada)  1.6L 16V*1.8 16V1.8 16v1.6 16v
Potência123 cv*140 cv130 cv 114 cv
Câmbio Aut. 6 marchas* CVTAut. 6 marchas CVT
Comprimento4,27m4,29m

4,23m

4,29m
Entre-eixos2,59m2,61m2,57m2,61m
Porta-malas400L437L260L432L

 

Com relação às medidas, o Creta se posiciona entre seus concorrentes. Enquanto Nissan e Honda têm 4,29 metros de comprimento, o Hyundai tem 4,27 metros – 4 centímetros a mais que o Jeep. A distância entre os eixos também é intermediária no Creta, com 2,59 metros, exatamente 2 centímetros a mais que o Renegade e dois centímetros a menos que HR-V e Kicks. E com porta-malas de 400 litros, o sul-coreano está mais perto dos 437 e 432 litros de Honda e Nissan, respectivamente, do que dos 260 do Jeep.

Em termos de equipamentos de série, todos têm direção elétrica, ar condicionado, rodas de liga leve de 17 polegadas, controles de tração e estabilidade, sensor de estacionamento traseiro, câmera de ré – no caso do Kicks a câmera é 360° -, auxiliar de partida em rampa, volante multifuncional, central multimídia com tela de 7 polegadas – de 5 polegadas no caso do Renegade. Aliás, apenas o Jeep tem teto solar, e como opcional.

O Honda HR-V topo de linha custa R$ 101,4 mil, enquanto o Renegade parte de R$ 97.490 e o Kicks de R$ 89.990. Na Índia, a versão mais cara do Hyundai Creta custa aproximadamente R$ 63.175.

Com combustível de alta octanagem correndo pelas veias, a equipe de jornalistas do WM1 está sempre acelerando em busca das informações mais relevantes para quem está à procura do melhor negócio ou é apenas mais um aficionado por carros!

Matérias relacionadas