Newsletter
Share

Redes Sociais

Toyota Corolla

Cinco seminovos na garantia para todos os gostos

Não precisa ir de zero-quilômetro. Veja nossas sugestões para gastar menos

WM1 / 02/05/2017 às 17:45

Para quem não faz questão de comprar um carro zero-quilômetro, mas busca um veículo atual e ainda coberto pela garantia de fábrica, uma boa pedida é garimpar um seminovo no mercado de usados. Dependendo do modelo, o carro é idêntico ao novo, com a vantagem de oferecer preço cerca de 20% mais baixo.

Selecionamos para você cinco carros seminovos de diferentes categorias e com preços aproximados entre R$ 37 mil e R$ 68 mil. Todos são modelos 2015 e, portanto, ainda cobertos pela garantia. Tem opção para todos os gostos, desde subcompactos modernos e com baixo consumo de combustível, como o Volkswagen Up, até sedãs médios confortáveis e bons de venda como o Toyota Corolla.

Os preços aqui indicados são uma referência e os valores variam de acordo com a quilometragem, estado do veículo e oferta de itens opcionais. Em alguns casos, pesquisando um pouco mais dá para trocar, por exemplo, o câmbio manual por um automatizado, exemplo do já citado Up e do Fiat Idea, nossa sugestão de carro para a família.

O importante é levar para casa um carro que tenha a documentação em dia e, tão importante quanto, siga o plano de revisões na concessionária, única maneira de manter a garantia, que em média é de três anos. Não deixe de pesquisar e, ao encontrar o veículo do seu interesse, não abra mão de fazer o test-drive e de levar um mecânico de confiança para conferir pessoalmente as condições do carro.

Também vale a pena ficar atento se o automóvel que você procura não teve mudança de linha ao longo do seu ano de fabricação, o que pode significar a possibilidade de adquirir um carro mais completo e atual, que inclusive terá maior valorização na hora de revendê-lo. Confira agora as nossas sugestões!

O eficiente

Volkswagen High Up Manual 2015 - Cerca de R$ 37 mil

O Up não é um carro barato, apesar do porte de subcompacto, mas compensa oferecendo um projeto moderno, figurando entre os carros mais seguros da sua categoria segundo o Latin NCap. Além disso, seu motor 1.0 de três cilindros é um dos de menor consumo do mercado, considerando o Programa de Etiquetagem Veicular do Inmetro – nele, você obtém média de 15 km/l facilmente na cidade, com gasolina no tanque. Como o hatch foi recentemente reestilizado, os seminovos tendem a ficar um pouco mais em conta.

Gastando um pouco mais, dá para levar o Up com motor 1.0 TSI turbo de 105 cv, porém com menos equipamentos – ou optar por um exemplar aspirado com transmissão automatizada I-Motion. Fique atento, pois a versão High Up, embora seja uma das mais completas, pode vir sem ar-condicionado e bancos de couro, itens opcionais

Principais itens de série: rodas de liga leve de 15 polegadas, painel na mesma cor da carroceria, computador de bordo, direção elétrica, vidros dianteiros, travas e retrovisores elétricos, volante com regulagem de altura, porta-malas bipartido, Isofix, sensores traseiros de estacionamento, alarme e faróis de neblina

Ficha técnica: motor 1.0 flex de 82 cv e 10,4 kgfm, câmbio manual de cinco marchas. Comprimento de  3,60 m, largura de 1,64 m e entre-eixos de 2,42 m. Porta-malas de 285 litros

O familiar

Fiat Idea Essence Manual 2015 - Cerca de R$ 44 mil

É verdade que o Idea saiu de linha em janeiro deste ano, juntamente com Bravo, Linea, Freemont e Palio Fire. Mesmo assim, a minivan continua sendo uma opção bacana para famílias pequenas, trazendo carroceria alta, embora o porta-malas de 380 litros pudesse ser um pouco maior. Como foi descontinuado, aumentam as chances de negociar descontos na hora da compra. Tente encontrar um exemplar da linha 2016, lançado em agosto de 2015, que na versão Essence traz novo volante e retrovisor elétrico com função tilt-down (que inclina automaticamente o espelho no lado direito ao engatar a ré, com o objetivo de evitar aquela raspada de roda na guia). Nessa configuração, o sistema de som é opcional.  

Pagando mais, você leva o Idea Essence  com o kit Sublime, que acrescenta som, volante multifuncional, bancos de couro, rodas de liga leve aro 15, vidros traseiros elétricos e faróis de neblina.

Principais itens de série: ar-condicionado, vidros dianteiros, travas e retrovisores elétricos, direção hidráulica, computador de bordo, volante com regulagem de altura e banco do motorista ajustável em altura

Ficha técnica: motor 1.6 flex de 117 cv e 16,8 kgfm, câmbio manual de cinco marchas. Comprimento de 3,95 m, largura de 1,70 m e entre-eixos de 2,51 m. Porta-malas de 380 litros

O robusto

Renault Duster 2.0 Dynamique 4x2 Automático 2015 - Cerca de R$ 55 mil

O Duster é um dos SUVs mais espaçosos e acessíveis da sua categoria e conta com versões 4x4, item raro no segmento de utilitários esportivos médio-compactos. Em abril de 2015, saiu a linha 2016, que recebeu reestilização, com novos faróis, lanternas (com LEDs), para-choques e grade dianteira, além de atualizações na central multimídia. Além disso, o motor 2.0 flex teve a potência ampliada de 142 cv para 148 cv, enquanto o torque em baixa rotação subiu de 17 kgf.m para 18,1 kgf.m a 2.250 rpm, o que deixou o SUV mais esperto no dia a dia.

Infelizmente, a transmissão ainda traz quatro marchas apenas, e não há controles de tração e estabilidade nem como opcionais, como em um Duster adquirido zero-quilômetro atualmente. Pesquisando, dá para encontrar unidades do Duster Dynamique com tração 4x4 e câmbio manual na mesma faixa de preço

Principais itens de série: central multimídia com GPS integrado, direção hidráulica, ar-condicionado, direção hidráulica, ar-condicionado, vidros, travas e retrovisores elétricos, alarme, barras de teto, rodas de liga leve de 16 polegadas, computador de bordo, sensores traseiros de estacionamento e faróis de neblina

Ficha técnica: motor 2.0 flex de 148 cv e 20,9 kgfm, câmbio automático de quatro marchas. Comprimento de 4,33 m, largura de 1,82 m e entre-eixos de 2,67 m. Porta-malas de 378 litros

O arrojado

Chevrolet Cruze Sport6 LT Automático 2015 - Cerca de R$ 63 mil

Há um ano chegou a segunda geração do Cruze sedã, mais moderna e com motor 1.5 turbo de 153 cv, enquanto a versão hatch, chamada de Sport6, foi renovada mais tarde – teve lançamento pouco depois do Salão do Automóvel de São Paulo, realizado em novembro do ano passado. O novo Cruze hatch agora custa mais de R$ 90 mil e a geração anterior é uma boa pedida para quem foca o custo-benefício.

A linha 2015 traz o facelift lançado no fim de 2014, quando o Cruze ganhou novos para-choque e grade, além de luzes de condução diurna de LEDs. Também recebeu ajustes no câmbio automático de seis marchas, para trocas mais rápidas e suaves. Mesmo na versão de entrada LT, é bastante completo, oferecendo de série quatro airbags, piloto automático e som com Bluetooth e comandos no volante

Principais itens de série: quatro aibags, controles eletrônicos de tração e estabilidade, ar-condicionado eletrônico, direção elétrica, alarme, faróis e lanternas de neblina, controle de velocidade de cruzeiro, som com Bluetooth e comandos no volante, volante com regulagem de altura e profundidade, vidros, travas e retrovisores elétricos e computador de bordo

Ficha técnica: motor 1.8 flex de 144 cv e 18,9 kgfm, câmbio automático de seis marchas. Comprimento de 4,51 m, largura de 1,79 m e entre-eixos de 2,68 m. Porta-malas de 402 litros

O bom de loja

Toyota Corolla GLi Automático 2015 - Cerca de R$ 68 mil

Quem busca um sedã confortável e resistente, com bom pós-venda e grande valorização na hora da revenda, não precisa ter dúvida: basta ir de Corolla que não tem erro. Lançada em março de 2014, a atual geração ainda não conta com controles de tração e estabilidade. Praticamente obrigatórios nessa categoria e faixa de preço, viraram de série somente no lançamento da linha 2018, em março deste ano, quando o sedã médio mais vendido do Brasil também recebeu mudanças visuais na dianteira e na traseira. A versão de entrada GLi automática fabricada em 2015 já é bem equipada e compensa parcialmente a ausência do controle de estabilidade com cinco airbs de série. O câmbio CVT, que substituiu o automático de quatro marchas na atual geração, ajuda o motor 1.8 a poupar combustível

Principais itens de série: cinco airbags, direção elétrica, ar-condicionado, vidros, travas e retrovisores elétricos, som com USB, Bluetooth e comandos no volante, volante ajustável em altura e profundidade e computador de bordo

Ficha técnica: motor 1.8 flex de 144 cv e 18,4 kgfm, câmbio CVT. Comprimento de 4,62 m, largura de 1,77 m e entre-eixos de 2,70 m. Porta-malas de 470 litros

.

Com combustível de alta octanagem correndo pelas veias, a equipe de jornalistas do WM1 está sempre acelerando em busca das informações mais relevantes para quem está à procura do melhor negócio ou é apenas mais um aficionado por carros!

Matérias relacionadas